Mídias Sociais

Esporte

Ramon é demitido após mais uma goleada sofrida com o Vasco

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

Chegou ao fim a curta passagem do técnico Ramon Menezes pelo Vasco. O treinador foi demitido após uma reunião nesta quinta-feira (8). Ele foi desligado após a goleada sofrida diante do Bahia, por 3 a 0 na última quarta. Foi a segunda goleada consecutiva sofrida pela equipe, que havia perdido para o Atlético-MG por 4 a 1 no último fim de semana.

A decisão da diretoria em não dar continuidade ao trabalho foi comunicada por meio de uma nota oficial. "O Club de Regatas Vasco da Gama comunica que Ramon Menezes não é mais o treinador da equipe profissional. O Clube agradece os serviços prestados pelo profissional e, em breve, anunciará o seu substituto", disse a direção do clube.

Ramon foi contrato para substituir Abel Braga no dia 30 de março. De lá para cá, conseguiu engatar um trabalho promissor e levou o Vasco a liderança do Campeonato Brasileiro nas primeiras rodadas. Sua forma de trabalhar chegou a ser chamada de Ramonismo, e foi bastante elogiada por profissionais da imprensa.

Só que nas últimas rodadas o Vasco caiu bastante de desempenho. Deixou de brigar diretamente pela ponta e passou a ter resultados questionáveis. Com isso a pressão sobre o treinador aumentou consideravelmente. O ápice veio na goleada sofrida diante do líder Atlético-MG em Minas. O resultado que acabou por encerrar a passagem do treinador a frente do clube foi mais uma goleada, agora diante do Bahia, em Pituaçu.

Pesou também na decisão da diretoria a eliminação do Vasco na Copa do Brasil. O Cruz-Maltino caiu ainda na terceira fase da competição ao perder por 1 a 0 para o Botafogo no Engenhão e ficar no 0 a 0 no jogo da volta em São Januário. Ramon deixa o clube tendo disputado 16 partidas. Nesse período ele somou 8 vitórias, 3 empates e 5 derrotas.

A diretoria do Vasco agora observa o mercado em busca de um substituto. A diretoria não citou os nomes de interesse e também não definiu ainda quem irá comandar o time no clássico de sábado (10) contra o Flamengo no Maracanã.

Foto: Rafael Ribeiro

 

Mais lidas da semana