Mídias Sociais

Esporte

Prefeitura do Rio está discutindo ações para permitir presença de torcedores em jogos do Carioca

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

A Prefeitura do Rio está estudando alternativas para permitir a volta de torcedores em partidas disputadas no Estádio. A Vigilância Sanitária redigiu um documento de 24 páginas, chamado de "Medidas para o retorno das atividades esportivas - Futebol". Nele, a entidade prevê uma série de ações obrigatórias para permitir o acesso de torcedores ao Estádio.

O Rio de Janeiro é o único Estado que está discutindo o retorno de público aos Estádios nesse momento. O tema vem gerando discussão entre dirigentes, torcedores e o país de uma forma geral. A previsão da Prefeitura do Rio é de liberar 1/3 da capacidade do estádio a partir do dia 10 de julho. Apenas seis países no mundo entre as 50 principais ligas de futebol do planeta permitiram acesso de público em meio a pandemia.

Dentre as ações a serem realizadas, o documento prevê alternar o horário de entrada nos Estádios de torcedores que já tenham o ingresso em mãos, assentos sinalizados e devidamente marcados, respeitando o distanciamento de 4 m² por pessoa, utilização de máscaras obrigatórias, dentre outras exigências. Quem não cumprir com um dos requisitos será proibido de entrar ao estádio.
Botafogo e Fluminense foram dois clubes que se anteciparam e já afirmaram que não pretendem abrir os portões para a entrada de público em seus jogos neste momento. Por meio do vice-presidente geral e jurídico, Rodrigo Dunshee, o Flamengo disse não aprovar e nem reprovar o acesso de torcedores, afirmando que apenas irá cumprir o que estiver na lei. Dentre os grandes, o Vasco foi o único que não se pronunciou a respeito do assunto.

Após a liberação da Prefeitura, a Ferj está dando continuidade ao Campeonato Carioca. O torneio voltou a receber jogos no último fim de semana e a partir desta quarta-feira (1º) será dado início a 5ª e última rodada da Taça Rio.

Foto: Alexandre Vidal

Mais lidas da semana