Mídias Sociais

Esporte

Prefeitura de Macaé solta nota esclarecendo a interdição do Moacyrzão

Avatar

Publicado

em

 

A notícia da interdição do Estádio Cláudio Moacyr de Azevedo pegou muitos de surpresa. Um dos principais interessados, o Macaé Esporte foi informado na última semana que não poderia mandar a partida contra o América no local. O confronto entre os times será realizado nesta quarta-feira, dia 10, só que agora o jogo será disputado no Eduardo Guinle, em Nova Friburgo.

A notícia caiu como uma bomba no Macaé, que está na reta final da disputa da primeira fase do Carioca. O clube briga contra outras cinco equipes por duas vagas na fase principal do torneio. E justo agora que o Alvianil Praiano teria o mando de campo na competição, veio a notícia da interdição do Moacyrzão.

A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ) chegou a soltar uma nota em seu site oficial, onde afirma que o Estádio foi vetado pela Polícia Militar para receber partidas com a presença de público. Sendo assim, o confronto acabou sendo transferido para Nova Friburgo. Na manhã desta segunda-feira, a Prefeitura de Macaé soltou uma nota, onde esclareceu o motivo da interdição.

Confira abaixo a nota na íntegra:

 A Prefeitura de Macaé, por meio da Secretaria de Esportes, esclarece que a interdição do Estádio Cláudio Moacyr de Azevedo, o Moacyrzão, é temporária e por conta da realização de obras para a construção da rampa de acesso ao parquinho, que atenderá a unidade escolar de educação infantil ali instalada.

A Escola Municipal de Educação Infantil Dr. Juventino da Silva Pacheco foi inaugurada em dezembro de 2017 e amplia em 600 vagas a oferta na rede de educação pública municipal para o ano letivo de 2018.

 Sérgio Barcellos

Foto: Rui Porto Filho 

Mais lidas da semana