Mídias Sociais

Esporte

Odair Hellmann foi oficialmente apresentado no Fluminense nesta quinta-feira

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

O Fluminense finalmente apresentou o novo técnico para a próxima temporada. Odair Hellmann conversou com jornalistas nesta quinta-feira (19) durante a coletiva de imprensa de sua apresentação, realizada no CT Carlos Castilho. Durante o bate-papo, o treinador falou sobre a satisfação de voltar ao Tricolor e também aproveitou a oportunidade para rebater o rótulo de retranqueiro.

Odair lembrou da passagem que teve pelo Fluminense como jogador, em 1999. Naquele ano, o time ainda disputava a Série C do Brasileirão e acabou sendo campeão do torneio. "É um prazer estar aqui. Prazer imenso poder voltar a este clube, em que tive passagem como jogador, em um momento difícil que o clube atravessava. E vivemos final feliz. A primeira passagem aqui foi maravilhosa pessoalmente e profissionalmente. Voltar hoje é motivo de muito orgulho, satisfação e honra. Tenho certeza que faremos um bom trabalho para termos um mesmo final feliz", disse o novo treinador do Fluminense.

O treinador falou também sobre o seu último trabalho, no Internacional de Porto Alegre. Apesar de ter levado o time as quartas de final da última Libertadores, Odair deixou o Colorado com a torcida pegando no seu pé e com o rótulo de ser retranqueiro, algo que ele negou nesta quinta-feira.

"Essa é uma visão da qual eu não concordo muito, mas respeito. A equipe do Inter de 2018 era realmente de transição, mas era por causa das características dos atacantes, que era mais de força e velocidade. E fomos terceiro. A equipe de 2019 já fomos para outra ideia, com característica de jogadores também de construção. Fizemos apenas 3 gols de contra-ataque. Os outros todos foram de construção", explicou Hellmann.

Odair ainda aproveitou para complementar na sequência: "Não gosto de rótulos. Agora tem esses rótulos de modelo de jogo, que esse é defensivo, esse é ofensivo. Dentro do que trabalhamos, gosto e tenho como ideia é uma equipe bastante equilibrada, defensiva e ofensivamente", encerrou.

Foto: reprodução

Mais lidas da semana