Mídias Sociais

Esporte

Liverpool confirma favoritismo e agora irá reeditar com o Flamengo a final do Mundial de 1981

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

Prevaleceu a lógica e o favoritismo. Mesmo com uma atuação abaixo de seus padrões, o Liverpool confirmou a sua vaga na decisão do Mundial de Clubes da Fifa. Os Reds agora vão encarar o Flamengo na decisão do torneio, no próximo sábado (21) às 14h30, no Khalifa International, no Catar.

Assim como o Flamengo, o Liverpool também encontrou dificuldade para passar pela semifinal. O time inglês enfrentou o Monterrey, que se mostrou um time bastante organizado. Em dado momento da partida, os mexicanos tiveram a chance de virar o placar e despachar os europeus, mas quando as chances apareceram, eles pararam simplesmente em Alisson, o melhor goleiro do mundo da atualidade.

Keita abriu o placar logo aos 11 minutos, dando a entender que seria mais uma vitória tranquila do Liverpool. Só que o Monterrey empatou logo no lance seguinte, com Funes Mori. A partir daí, o time inglês seguiu tendo mais posse de bola, mas os mexicanos se mostravam perigosos no contra-ataque. A vitória só veio no apagar das luzes, com Firmino completando cruzamento de Alexander-Arnold.

O Flamengo acompanhou da arquibancada todos os movimentos de seu adversário. O técnico Jorge Jesus certamente fez uma série de observações e montará uma estratégia na tentativa de parar o time inglês. O Liverpool teve o controle do jogo mesmo com uma formação alternativa. Com Alexander-Arnold, Mané e Firmino em campo na reta final a superioridade ficou ainda mais evidente. O time de Klopp contou com inúmeros desfalques, mas a tendência é que tenha a maioria dos jogadores à disposição na final.

O elenco do Flamengo fez um trabalho leve nesta quarta e alguns jogadores aproveitaram para conhecer melhor a cidade de Doha. Gabigol e Arrascaeta foram alguns deles. A partir desta quinta, os atletas voltam a se dedicar aos treinamentos. Após o jogo de sábado, o elenco ganha merecidas férias após uma temporada de ouro e que pode, quem sabe, terminar de maneira ainda mais vitoriosa.

Foto: Alexandre Vidal

Mais lidas da semana