Mídias Sociais

Esporte

Massagista do Flamengo é internado com suspeita de coronavírus

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

Nesta semana mais um funcionário do Flamengo foi internado com suspeita de coronavírus. A bola da vez é o massagista Jorge Luiz Domingos, de 68 anos. Conhecido no clube como Jorginho, ele está internado no CTI de um hospital na Ilha do Governador, no Rio de Janeiro, onde deu início ao tratamento. Seu estado de saúde é considerado grave.

Jorginho é funcionário do Flamengo desde 1981 e é bastante querido nos bastidores. Após passar mal e apresentar sintomas da doença, ele foi submetido a exames para tentar detectar a presença do Covid-19. Assim como os demais funcionários que trabalham no Ninho do Urubu, Jorginho estava de férias.

Jorginho não é o primeiro funcionário do Flamengo que foi submetido a exames médicos por suspeita de coronavírus. No último dia 31 de março, Sandro Rilho, outro funcionário do clube, foi internado com suspeita de infecção pelo Covid-19. Antes dele, o vice-presidente de Embaixadas e Consulados do Flamengo, Maurício Gomes de Mattos, testou positivo para o vírus. A boa notícia é que ele já se recuperou e teve alta.

Os demais funcionários do Flamengo seguem de férias enquanto o clube não retoma suas atividades no futebol. Em contrapartida, a direção do Rubro-Negro aguarda agora uma posição oficial das autoridades de saúde para definir uma data para o retorno dos atletas e também funcionários.

Foto: Alexandre Vidal

Mais lidas da semana