Mídias Sociais

Esporte

Marcelo Chamusca comenta derrota do Botafogo no clássico

Publicado

em

 

O Botafogo conheceu a sua primeira derrota no Campeonato Carioca na última quarta. Mesmo jogando no Engenhão, o Alvinegro acabou superado pelo Flamengo por 2 a 0. O resultado fez o time de General Severiano cair duas posições na tabela, agora ocupando o sétimo posto. O time comandado por Marcelo Chamusca soma uma vitória, três empates e uma derrota.

Para o técnico Marcelo Chamusca, a derrota é um sinal de que o time precisa evoluir para a sequência da temporada. O treinador falou sobre isso na coletiva de imprensa após o jogo.

"Nosso primeiro tempo foi muito difícil. Além das dificuldades de construção, quando conseguíamos em alguns momentos roubar a bola e criar o contra-ataque, erramos muito no último passe, duas ou três situações interessantes que pecamos. Outro aspecto foi o mérito do Flamengo, que joga com a linha de quatro jogadores pressionando. Eles conseguiram fazer essa mecânica com excelência. Apesar disso, não sofremos tanto no aspecto defensivo. Vamos precisar evoluir, pois vamos enfrentar equipes com essa estratégia de pressionar em linha", disse o treinador.

Marcelo fez também uma breve análise sobre o que foi a partida sob o seu ponto de vista. O treinador admitiu que o adversário foi superior em boa parte do confronto, mas também acredita que as decisões tomadas pela arbitragem interferiram no resultado.

"No primeiro tempo enfrentamos uma equipe muito qualificada. Essa conversa de reserva, para mim, não tem muita base. Todos que entraram em campo têm condição de ser titulares. Tirando Bruno Viana e Hugo Moura, todos já estavam no clube. Eles jogam da mesma forma que a equipe titular. Jogadores extremamente qualificados. Não é por acaso que é o melhor ataque e líder da competição. Isso fez com que a gente tivesse muita dificuldade para enfrentar. No segundo tempo melhoramos muito com a entrada do Ronald e do Felipe Ferreira. Conseguimos equilibrar o jogo e criar duas possibilidades bem claras. Aí entra um lance que foi capital para a definição do jogo. Um cruzamento do lado esquerdo que o Babi recebe, gira, o Renê em momento nenhum toca na bola, derruba o Babi dentro da área e o pênalti não foi marcado. Na sequência da jogada o Kanu foi expulso. Fomos muito prejudicados nesse momento. O Flamengo foi superior ao Botafogo em boa parte do jogo, mas o árbitro influenciou no resultado. Teríamos um pênalti para cobrar e poderia mudar a história do jogo. O segundo gol, se forem analisar, o árbitro atrapalha o nosso jogador de interceptar, passando na frente do nosso jogador", encerrou Marcelo.

Foto: Vitor Silva

Clique Diário

E. L. Mídia Editora Ltda
CNPJ: 09.298.880/0001-07
Redação: Rua Tupinambás 122 Gloria – Macaé/RJ

comercial@diariocs.com
(22) 2765-7353
(22) 999253130

Mais lidas da semana