Mídias Sociais

Esporte

Marcão fala sobre Libertadores e elogia elenco do Fluminense após empate com o Galo

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

O Fluminense entrou em campo com o pensamento de conquistar mais uma vitória e assim garantir sua classificação para a pré-Libertadores. Só que ao longo dos 90 minutos, o Tricolor das Laranjeiras não conseguiu superar a marcação do Atlético-MG e acabou deixando o campo com um empate sem gols no Maracança. A classificação não está matematicamente garantida, mas o time carioca está bem perto de carimbar o passaporte para o torneio sul-americano.

"Muito orgulho desses meninos. Fizemos uma partida consciente, consistente. Um grande jogo. Adversário qualificado. Montamos uma estratégia para esse jogo e no finzinho quase fomos premiados com um gol que nos daria a vitória e nos garantiria na Pré-Libertadores. Mas estou muito satisfeito pelo trabalho de todo o grupo. A sensação é essa. De tudo que trabalharam durante a semana, mas por um detalhezinho não conseguimos sair com a vitória. Muito orgulhoso de tudo o que fizeram na partida", disse Marcão logo após o apito final.

Apesar do bom trabalho a frente do time, Marcão dificilmente seguirá como treinador após o Brasileiro. A diretoria está apalavrada com Roger Machado e a expectativa é que ele assine um contrato de duas temporadas após o fim do Brasileirão. Marcão foi questionado na coletiva sobre essa informação e desconversou.

"Não sei. O presidente já anunciou? Estamos igual a vocês. Se acontecer, é um cara super do bem, trabalhador. Se vier vai contar com a ajuda do Marcão e todos que estão nesse processo. Vamos esperar nossa diretoria decidir. Na hora que bater o martelo, se for isso mesmo, vai ser recebido de braços abertos dentro do nosso clube", disse o hoje treinador do Fluminense.

O treinador fez questão também de parabenizar Luccas Claro. O zagueiro perdeu o pai no dia anterior ao jogo e mesmo assim pediu para jogar contra o Atlético-MG.

"Menção honrosa ao Luccas Claro, que fez questão de estar com todo o grupo. Um cara especial, família especial. Temos que bater palma para esse rapaz, de tão grande e tão respeitoso que foi com nossa instituição", encerrou Marcão.

Foto: Lucas Merçon

Mais lidas da semana