Mídias Sociais

Esporte

Marcão elogia escolha por Oswaldo de Oliveira e revela foco na Sul-Americana

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

Recém-contratado para suprir a saída de Fernando Diniz, o técnico Oswaldo de Oliveira teve nesta quarta-feira (21) o seu primeiro contato com o elenco do Fluminense. O treinador foi a campo e trocou algumas palavras com os jogadores acompanhado do presidente Mário Bittencourt.

Mesmo já tendo aparecido no CT, Oswaldo não estará a frente da equipe no duelo desta quinta-feira (22) contra o Corinthians em São Paulo, pelo jogo de ida das quartas de final da Copa Sul-Americana. Quem irá comandar o time será o auxiliar técnico Marcão, que ficará como interino no cargo até a próxima segunda-feira, que é quando o novo treinador deverá oficialmente apresentado.

Como Oswaldo ainda não foi apresentado, quem falou com a imprensa nesta quarta-feira foi Marcão. O interino inclusive elogiou a escolha da diretoria para comandar o clube. "Temos uma amizade de longa data, é uma pessoa especial. E vencedor. Vai dar muito certo, tem muito a contribuir. Os meninos vão aproveitar essa experiência e tirar coisas boas dele. Foi uma experiência maravilhosa. O Oswaldo é uma pessoa única e está entre os melhores treinadores com que trabalhei como atleta. Em termos de grupo, de vestiário, conhecimento. Os garotos vão correr para ele. Tenho certeza que vai contribuir. Tem muita experiência e é muito vencedor. E tem estrela. Ele já ajudou um pouco no treinamento para o jogo da Sul-Americana, já está contribuindo", destacou Marcão.

Mesmo com a proximidade com Oswaldo, Marcão não deixou de lembrar e também elogiar o trabalho do antecessor Fernando Diniz. "A gente vai aproveitar tudo do Diniz, não tem como tirar. O jogo que essa molecada apresentou até agora a gente vai aproveitar. E remodelar com que o Oswaldo pensa. Eu acredito muito nesse trabalho. O Fernando começou o projeto e a gente vai continuar", disse o interino.

Marcão revelou também que neste momento, dará total atenção à Sul-Americana. "O Oswaldo já chegou falando sobre a forma que ele pensa. Se tratando de uma competição diferente, temos que virar a chave. Estamos bem na Sul-Americana. Estimulamos isso hoje. O Fernando é uma perda significativa, é um cara muito querido. Mas temos que seguir o nosso caminho, assim como o Fernando vai seguir o dele", encerrou Marcão.

Foto: Lucas Merçon

Mais lidas da semana