Mídias Sociais

Esporte

Macaé Oilers faz história e conquista uma vaga na elite do futebol americano brasileiro

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

O Macaé Oilers fez história na noite da última quarta-feira (16). Com todos os méritos e altas doses de superação e amor ao esporte, a equipe conseguiu a façanha de conquistar uma vaga na elite do futebol americano nacional. Sua apaixonada torcida pode enfim soltar o grito entalado na garganta, bater no peito e afirmar com todos as letras: o Oilers hoje está entre as 32 maiores forças do futebol americano do Brasil.

A façanha foi conquistada graças a fusão entre Vasco da Gama Patriotas e Botafogo Reptiles. Com a fusão, a equipe passou a se chamar Vasco da Gama Almirantes. Mais que isso, a união deixou em aberto uma vaga na Divisão Sudeste da Liga BFA, a divisão de elite da modalidade no país. O Macaé Oilers acabou ficando com essa vaga por ter conquistado o vice-campeonato da Divisão Sudeste da Liga Nacional de Futebol Americano na temporada passada.

A conquista, marca o nome do Macaé Oilers na história esportiva da cidade. O feito impressiona, principalmente por se tratar de um projeto que teve início em março de 2013 e quase 6 anos depois leva o nome da cidade a elite nacional do futebol americano. Mais que carregar o nome da cidade, o Oilers agora coloca Macaé em evidência e na rota das principais equipes do país, sendo reconhecida Brasil afora. O feito tem todo um sabor especial aos envolvidos, principalmente por se tratar de um clube com muito pouco apoio, movido quase que exclusivamente pela paixão e amor ao esporte de seus “guerreiros”, como são chamados os jogadores e também a fanática torcida Sangue Negro. Sem deixar de fora, claro, a competente diretoria, que vem trabalhando para estruturar cada vez mais o clube.

Coube ao presidente do Oilers, Nivaldo Valadão tentar colocar em palavras o que essa conquista representa para o clube. “Com certeza foi uma notícia que nos alegrou bastante. Não poderia ter sido melhor. Estávamos aguardando a coletiva para anunciar a fusão e um posicionamento da BFA em relação a vaga que seria preenchida. Após a coletiva, o presidente da Federação Brasileira de Futebol Americano entrou em contato com o nosso vice-presidente, o Ruann Oliveira, e confirmou que fomos os escolhidos para ficar com a vaga devido a campanha que fizemos no ano passado”, afirmou Nivaldo.

O presidente ainda complementou: “essa conquista é parte da realização de nossos sonhos. O maior deles com certeza é ser campeão  da  BFA, que é a primeira divisão. Sabemos das dificuldades que teremos entre os times de elite, não só pela qualidade dos adversários como também as dificuldades financeiras. Hoje não temos apoio nenhum. Aguardamos um posicionamento das autoridades do município, mas também vamos  buscar recursos e patrocinadores para ver o que podemos buscar de reforços para a equipe”, finalizou Nivaldo.

 Foto: Manoel Germano 

Mais lidas da semana