Mídias Sociais

Esporte

Luxemburgo reforça objetivos do Vasco após derrota em casa para o Bahia

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

A derrota em casa para o Bahia em nada muda os planos do Vasco no Campeonato Brasileiro. Quem garante é o técnico Vanderlei Luxemburgo. Mesmo chateado com o resultado, o treinador reforçou que o time irá brigar até o fim contra o rebaixamento, evitando assim criar falsas expectativas nos torcedores.

"Nossa competição não muda para mim. Jogou e ganhou é muito bom. Jogou e perdeu é muito ruim. Me mostra um filme diferente, que o Vasco é diferente e pode brigar por Libertadores. Me mostra que eu vou acreditar. Nosso time vai sofrer até o fim do campeonato. Não vai cair, mas vai sofrer. Não tem outro trabalho, criar expectativas. Temos de somar pontos para sair da zona de confusão para manter o time na Série A", afirmou o técnico.

Luxemburgo também minimizou as vaias recebidas após a derrota, tratando-as com naturalidade por conta do resultado. "Não ganhou, vem vaia. É time grande. Isso aqui é Vasco da Gama. Se não ganhar e perder em casa, com a instabilidade que se tem dentro do clube, isso vem para dentro de campo, meu camarada. Temos de nos preparar para isso. Nada que eu não tenha conhecimento", explicou o comandante do Vasco.

Por fim, Luxemburgo fez também uma breve análise sobre a partida. "O Bahia joga melhor fora de casa, porque se fecha muito bem, aperta a marcação. Tínhamos de tentar dar o chutão para o Marrony disputar e ganhar a segunda bola. O meio de campo deles pega bastante. Perdemos o meio. Mas foi um jogo em que no primeiro tempo, sem dizer que foi culpado, acho que fizeram faltas sequenciais. A estratégia deles era, quando perdia a bola, perder a jogada com falta. O juiz tem de inibir. Não pode deixar chegar no fim do jogo. O Bahia achou dois gols. Tivemos oportunidade, mas não conseguimos achar. Treinamos na semana sabendo que seria um jogo difícil", encerrou o treinador.

Foto: Rafael Ribeiro

Mais lidas da semana