Mídias Sociais

Esporte

Luxemburgo comemora vitória sobre o Galo e explica estratégia com Benítez

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

O Vasco fez o que para muitos era considerado impossível neste fim de semana. Após ser goleado pelo Bragantino na rodada anterior, muitos acreditavam que o Cruz-Maltino não teria forças para vencer o Atlético-MG em São Januário. Só que o time reagiu, que bateu o Galo por 3 a 2 e conseguiu sair da temida zona de rebaixamento.

O Vasco chegou a abrir 3 a 0 no placar. A vitória que se desenhava como fácil ganhou bastante emoção no fim, quando o adversário diminuiu a vantagem e passou a ameaçar o Cruz-Maltino. Apesar do susto, o time se manteve firme, aguentou a pressão e conseguiu sair de campo com os tão sonhados três pontos.

"Acho que foi melhor jogo no primeiro tempo, no segundo nós sofremos. Mas quero dar os parabéns porque o terceiro gol nosso foi jogo de futebol bonito e bem jogado. Com qualidade, toque de bola, visão de jogo, finalização perfeita. Então nosso time está de parabéns pelo resultado e contra um adversário muito difícil", disse o técnico Vanderlei Luxemburgo logo após a partida.
Além de Cano que balançou as redes duas vezes, outro que teve atuação importante foi Benítez. Na coletiva, Luxa explicou o fato de ter poupado o jogador contra o Bragantino.

"As pessoas às vezes não entendem que a gente tem um planejamento. As coisas são decididas em reuniões com a comissão técnica. O Benítez estava parado há muito tempo, e eu o trouxe para jogar com o Coritiba porque era um jogo em casa e importante. Ele jogou com um jogador a menos, então solicitou muito da parte física. Se eu o levasse para Bragança para um jogo que seria difícil com ele ou sem ele, poderia causar uma lesão e um prejuízo muito grande. Preferi deixá-lo aqui treinando para ter uma condição bem melhor", encerrou o treinador.

O próximo compromisso do Vasco pelo Brasileiro será nesta contra o Palmeiras, no Allianz Parque. A tendência é que o Alviverde entre em campo com um time reserva, já que no sábado decide a final da Libertadores diante do Santos.

Foto: Rafael Ribeiro

Mais lidas da semana