Mídias Sociais

Esporte

Júnior Marques atropela mais um, vence por nocaute e fatura o cinturão do Fury Fight

Avatar

Publicado

em

 

Júnior Marques voltou a aprontar das suas no último final de semana. Com mais uma atuação contundente, o atleta de Barra de São João conquistou mais uma vitória na carreira, dessa vez no Fury Fight, realizado no Ginásio Poliesportivo de Tamoios, segundo distrito de Cabo Frio. Júnior aplicou um nocaute técnico sobre o adversário ainda no primeiro round. Com a vitória, ele faturou o cinturão do evento, na categoria meio-médio.

Com a vitória no Fury Fight, Júnior Marques chegou ao cartel de cinco lutas e cinco vitórias no MMA profissional. Somando também o Muay Thai, ele tem um cartel geral de 12 lutas e 12 vitórias, sendo 11 delas por nocaute. “Sabendo do potencial de nocaute do Júnior, o seu adversário tentou levar a luta para o chão. Mas o Juninho é um atleta completo e também tem um chão muito apurado, tanto que quase conseguiu a finalização com a chave de pé. No fim, ele desestabilizou o adversário com um chute na coxa. A partir daí, ele conseguiu a montada e trabalhou bem os socos até o árbitro encerrar o combate”, contou Marcelo Dutra, treinador do Júnior Marques.

Além da luta de Júnior Marques, outro combate também chamou bastante atenção do público presente. A Superluta entre Paulo Rambinho e José Negão. Após um primeiro round bastante disputado, Rambinho conseguiu aplicar o seu jogo de chão com eficiência e finalizou o seu adversário no segundo round.

Com quase duas mil pessoas no Ginásio, o evento foi um verdadeiro sucesso. “Fiquei muito feliz com a repercussão entre o público presente. Nossa proposta era apresentar ao público um evento de MMA de qualidade e conseguimos isso. Foi um sucesso”, afirmou Marcelo Dutra, um dos principais organizadores do Fury Fight.

Por: Sérgio Barcellos

Foto: divulgação

 

Mais lidas da semana