Mídias Sociais

Esporte

Jorge Jesus fala sobre Cuéllar após golear o Ceará

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

O afastamento de Cuéllar foi um dos assuntos que comandaram a coletiva de imprensa do Flamengo após a goleada sobre o Ceará, que colocou o time na liderança do Campeonato Brasileiro. Embora tenha lamentado a perda do ponto de vista técnico, Jorge Jesus lamentou a postura do volante, que pediu para não ser relacionado no último final de semana e acabou afastado pela diretoria.

"Foi uma decisão da diretoria. O Cuéllar se recusou a viajar para o jogo aqui com o Ceará. Situação que não compete a mim. São outros interesses que precisam ser analisados por ele e pela diretoria do Flamengo. O que digo é que o símbolo do Flamengo é que distinguem o clube. A história de um clube é o próprio clube", disse o treinador.

Jesus ainda complementou na sequência: "O símbolo do Flamengo é que está acima. Não é jogador, não é treinador. Quando alguém pensa que está à frente do clube, vai ter sempre problemas", afirmou o português.

Por fim, o treinador lamentou a perda técnica, principalmente no momento atual. Para o jogo contra o Internacional na próxima quarta-feira, que vale vaga na semifinal da Libertadores, o Flamengo não poderá contar com Arão, que está suspenso. A tendência natural era que Cuéllar ficasse com a vaga no meio. Com o afastamento, o treinador terá que buscar outra opção. Piris da Motta foi bem contra o Ceará e pode ganhar uma chance.

"Nos faz alguma falta como jogador, porque perdemos naquele setor. Perdemos o Diego. Contra o Inter, não tenho o Arão. Não há muitas situações, mas primeiro o clube, primeiro o Flamengo. Depois o jogador. Ele vai ter que assumir as consequências da atitude que tomou. A direção e o jogador, com certeza, vão chegar a uma decisão", encerrou Jorge Jesus.

Foto: Alexandre Vidal

Mais lidas da semana