Mídias Sociais

Esporte

Jorge Jesus exalta atuação do Flamengo após mais uma goleada no Brasileiro

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

O Flamengo caminha a passos largos para confirmar o título do Campeonato Brasileiro. No último domingo (3), o Rubro-Negro ficou ainda mais próximo do título após golear o Corinthians por 4 a 1 no Maracanã. Bruno Henrique foi o grande destaque da partida, com três gols marcados. Vitinho completou o placar para o time carioca, enquanto Matheus Vital descontou para o Timão.

A vitória fez o Flamengo manter a vantagem de oito pontos em relação ao vice-líder Palmeiras. Agora faltam oito rodadas para o fim do Brasileiro e o Rubro-Negro está cada vez mais perto de conquistar novamente o torneio nacional após 10 anos. A atuação abaixo do que pode render no empate diante do Goiás ficou para trás e o time voltou a apresentar um futebol de altíssimo nível no fim de semana.

A atuação do time foi bastante elogiada pelo técnico Jorge Jesus na coletiva de imprensa. " Mais uma vitória com muita qualidade. Voltamos a jogar como Flamengo. Fizemos o que habitualmente fazemos durante a semana e transportamos para o jogo. Jogamos contra um rival forte, que ainda não tinha sofrido quatro gols. É uma equipe organizada taticamente", disse o treinador.

Jesus ainda complementou na sequência: "O Flamengo foi lúcido, sabia que a qualquer momento poderia marcar. Fez dois gols no fim da primeira parte. Em alguns momentos do primeiro tempo, não estivemos tão bem, o que é natural, não jogamos sozinhos. O intervalo foi importante para ajustar as coisas. A equipe jogou bem. Mesmo cansada", disse o português.

O treinador rasgou elogios também ao falar de Bruno Henrique: "O Bruno Henrique é um jogador completo. Tem muito talento e tem uma coisa importante para um grande jogador. É muito humilde, trabalha para o time. A maior parte dos atacantes só gosta de jogar com a bola. E o Bruno não é assim. Um jogador completo. Veja como ele jogava e como ele passou a jogar depois que cheguei aqui. Agora é fácil falar, é um jogador de seleção. Mas tem que ver o que fez ele chegar lá", finalizou o treinador.

Foto: Alexandre Vidal

Mais lidas da semana