Mídias Sociais

Esporte

Jorge Jesus critica convocações após mais uma vitória do Flamengo no Brasileiro

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

O Flamengo venceu mais uma partida pelo Campeonato Brasileiro e manteve a diferença de três pontos na liderança em relação ao Palmeiras. Mas se engana quem pensa que o clima foi só de comemoração na coletiva de imprensa após a vitória sobre o Cruzeiro em Minas. O técnico Jorge Jesus demonstrou incômodo com as convocações, que irão desfalcar o Rubro-Negro em jogos importantes do torneio nacional.

Pela seleção brasileira, o zagueiro Rodrigo Caio e o atacante Gabigol foram convocados. O Brasil terá pela frente dois amistosos, contra Senegal e Nigéria. Com isso, os jogadores ficarão de fora das partidas contra Atlético-MG e Athlético-PR. Cabe lembrar que o Flamengo ainda irá perder na mesma data, Arrascaeta, que estará a serviço do Uruguai.

"Vamos perder os convocados pelo Brasil e o Arrascaeta. Em um momento muito complicado, decisivo para o campeonato. Não entendo muito bem, porque a seleção do Brasil disse que era convocado um jogador por equipe para não ter uma interferência direta. Se olharmos para a Argentina, teve o cuidado de não convocar nenhum jogador nem do Boca e nem do River, que estão em competições importantes para o futebol argentino. Mas aqui é mais importante jogar contra Senegal e Nigéria. É muito mais importante, mas financeiramente, pelos cachês que se pagam às seleções. Mas quem paga aos jogadores são os clubes, e não a seleção. Acho que os clubes precisam ter um pouco mais força sob o que é o seu produto, e o seu produto é o jogador" criticou Jorge Jesus.

Com o triunfo diante do Cruzeiro, o Flamengo chegou a sete vitórias seguidas no Campeonato Brasileiro, sua melhor marca na história. "Eu não sabia que o Flamengo teve um recorde de vitórias consecutivas. É bom. Verdade que ainda não atingimos o objetivo. Chegamos ao topo e temos que defender nossa posição", afirmou Jesus.

Foto: Alexandre Vidal

Mais lidas da semana