Mídias Sociais

Esporte

Jorge Jesus comemora sequência de oito vitórias seguidas do Flamengo

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

A vitória por 3 a 1 sobre o Internacional conquistada na noite da última quarta-feira fez o Flamengo chegar a incríveis oito vitórias consecutivas no Campeonato Brasileiro. Mais que isso, o Rubro-Negro manteve os 100% de aproveitamento no Maracanã, estabelecendo um novo recorde no clube.

A sequência de vitórias foi lembrada por Jorge Jesus na coletiva de imprensa. "Jogamos com o objetivo de ganhar, seja contra quem for. Conseguimos a oitava seguida. O Flamengo ainda tem muito a crescer, estou há apenas três meses e pouco. Podemos melhorar. Apesar deste ciclo agora não haver muito tempo para trabalhar variantes. Agora é mais recuperar. No segundo tempo, tirando o Arão, que foi uma opção tática, já fiz substituições para dar descanso ao Arrascaeta e Gabigol. Ainda falta muito campeonato até a decisão final e há várias equipes atrás de nós que querem tirar nossa posição. Vamos tentar defender com qualidade, experiência e capacidade emocional", disse Jesus.

O treinador comentou também as expulsões. O Internacional chegou a ficar com 9 jogadores em campo, após Bruno e Paolo Guerrero receberem o cartão vermelho. "As facilidade se tornam dificuldades. Jogar contra 9 é mais fácil, mas os jogadores têm a tendência de facilitar quanto acham que o jogo se torna mais fácil. Levamos o gol. A partir do segundo e terceiro ficou mais fácil", explicou Jorge Jesus.

O comandante do Flamengo foi questionado também na coletiva sobre o que seria mais difícil: manter a liderança até o fim da competição ou correr atrás do líder. Como de costume, ele não fugiu da resposta.

"É interessante a pergunta se é mais difícil tirar a diferença ou manter o primeiro lugar. As duas são difíceis. Foi difícil chegar e agora é difícil manter. Uma coisa está ligada a outra. Temos adversários fortes como Palmeiras, Santos, Corinthians, São Paulo, que perdeu, mas é uma grande equipe. O mais difícil agora é defender até acabar", encerrou o treinador.

Foto: Alexandre Vidal

 

 

Mais lidas da semana