Mídias Sociais

Esporte

Barroca explica escolhas no Botafogo após derrota para o Bahia

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

O Botafogo foi até Salvador com a mentalidade de brigar pelos três pontos para se aproximar do grupo dos seis primeiros colocados. Só que com a bola rolando, as estratégias não surtiram o efeito desejado e o Alvinegro acabou derrotado por 2 a 0. Na coletiva de imprensa após a partida, o técnico Eduardo Barroca explicou as escolhas e lamentou a derrota.

"A ideia era ter três jogadores com maior velocidade na frente e um meio-campo com experiência boa. Sabíamos que seria um jogo difícil aqui. Ideia era ter Cícero, João Paulo e Diego, experientes, para termos a bola. Até o momento da expulsão, acho que o Botafogo fazia boa partida, tentando controlar as ações e segurando um pouco o ímpeto do Bahia.

Na visão do treinador, a expulsão do Gilson acabou sendo determinante no resultado final da partida. "Sofremos um gol no mérito da equipe do Bahia, numa boa jogada do Moisés. Mas depois da expulsão o jogo realmente ficou muito atípico e difícil. A gente tentou levar o 1 a 0 o máximo que pudesse para tentar arriscar alguma coisa no final, mas o Bahia teve o mérito do segundo gol, e aí ficou muito difícil competir. O Bahia tem bom treinador, tem um bom investimento. Está com o elenco equilibrado, está ajustado. Está muito difícil de jogar contra o Bahia aqui", resumiu o treinador.

Barroca agora terá que recolher os cacos e buscar a reação já na próxima rodada. O próximo compromisso do time no Campeonato Brasileiro será diante do Fortaleza na segunda-feira (30), às 20 horas no Estádio Castelão. O adversário está na 15ª posição, com 22 pontos e lutando contra o rebaixamento. Já o Alvinegro é o 11º colocado, com 27 pontos.

Foto: Vitor Silva

Mais lidas da semana