Mídias Sociais

Esporte

Fluminense demite Oswaldo de Oliveira e já inicia busca por novo treinador

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

Oswaldo de Oliveira não é mais o técnico do Fluminense. O treinador foi demitido do cargo na manhã desta sexta-feira (27), um dia após o empate em 1 a 1 com o Santos, no Maracanã. A decisão foi tomada pela manhã logo após reunião da cúpula de futebol, que contou com a presença do presidente Mário Bittencourt, do vice Celso Barros e do diretor de futebol Paulo Angioni.

Oswaldo vinha tendo seu trabalho bastante contestado nos últimos dias, principalmente por conta dos resultados. Sua demissão se deu após gestos obcenos contra a torcida do clube e também uma acalorada discussão com Ganso na partida contra o Santos. Ambos trocaram ofensas a beira do gramado assim que o camisa 10 foi substituído.

O treinador ficou apenas 39 dias a frente do Fluminense. Contratado no dia 20 de agosto para assumir o posto deixado por Fernando Diniz, Oswaldo comandou o Tricolor em sete partidas. Nesse período, somou duas vitórias, dois empates e três derrotas, o que totaliza um aproveitamento de 38,1% dos pontos.

Vários nomes estão sendo cogitados nos bastidores para assumir o posto de Oswaldo. Um dos que ganharam força é Cuca. O treinador é sempre lembrado com muito carinho por ter livrado o time do rebaixamento em 2009, quando o Tricolor tinha 99% de chances de cair segundo matemáticos e ainda assim se livrou do descenso. Dorival Júnior e Abel Braga também foram cogitados. A tendência é que tenhamos novidades em breve.

Foto: Lucas Merçon

 

 

Mais lidas da semana