Mídias Sociais

Esporte

Joia do Fluminense recebe sondagens de clubes franceses

Publicado

em

 

Em alta no Fluminense, o jovem Marcos Paulo está recebendo sondagens de dois clubes do futebol francês. Segundo informações, Lyon e Olympique de Marselha entraram em contato com representantes do jogador na última semana. Mesmo aos 19 anos, o atleta já começa a despertar forte interesse do futebol europeu, sendo sondado com frequência.

Nas sondagens, os clubes buscaram informações sobre salários e valor dos direitos econômicos de Marcos Paulo. A pesquisa servirá como base para formular uma proposta oficial no futuro. Um fator importante e que facilita a transferência é que Marcos Paulo tem passaporte europeu, já que possui cidadania portuguesa.

Em dificuldade financeira, o Fluminense vê com bons olhos a possibilidade de negociar o jogador. Marcos Paulo atualmente é o jogador com maior destaque no mercado europeu. Caso uma proposta considerada vantajosa apareça, o presidente Mário Bittencourt não deverá criar obstáculos para liberar o jogador. O mandatário inclusive nunca escondeu a necessidade de fazer caixa para buscar um alívio financeiro.

Em fevereiro deste ano, o Fluminense recusou uma proposta de 7 milhões de euros (cerca de R$ 33 milhões na cotação da época) do CSKA, da Rússia. Internamente, a expectativa do clube é por ofertas na casa de 10 a 15 milhões de euros (equivalente a R$ 56 milhões e R$ 84 milhões, respectivamente.

Visando se proteger do assédio europeu, o Fluminense colocou uma multa rescisória de 45 milhões de euros (cerca de R$ 250 milhões) no contrato do jogador. A boa notícia é que o Tricolor das Laranjeiras é dono de 100% dos direitos econômicos de Marcos Paulo, o que significa que o clube ficará com o valor integral caso negocie o jogador.

Marcos Paulo soma 45 jogos com a camisa do Fluminense, tendo anotado 11 gols nesse período. O seu contrato com o Tricolor vai até 30 de junho de 2021. Como a lei permite que o jogador possa assinar pré-contrato com outros clubes a partir de seis meses antes do fim do vínculo em andamento, o Tricolor se vê na necessidade ou de renovar ou de negociar o jogador até o fim deste período para ter um retorno.

Foto: Lucas Merçon

Mais lidas da semana