Mídias Sociais

Esporte

Grupo ligado a Leven Siano tenta anular posse de Jorge Salgado como presidente

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

O Vasco vive dias conturbados dentro e fora de campo. No âmbito político, apoiadores ligados a Leven Siano tentam anular na Justiça a vitória de Jorge Salgado na eleição realizada em 14 de novembro para definir o novo presidente do clube. Nesta quarta, 12 sócios do clube entraram com uma ação no TJ-RJ na tentativa de anular o pleito.

Entre os autores da ação está Elói de Souza Ferreira, membro do quadro de Conselheiros da candidatura da chapa "Somamos", de Leven Siano. Outro autor é Antônio Carlos Branco, que seria o vice-presidente geral caso Leven fosse eleito. Boa parte dos sócios que moveram a ação estão ligados a Leven.

O grupo decidiu entrar com a ação alegando que o pleito do dia 14 (vencido por Jorge Salgado) foi realizado sob liminar do STJ, que invalidava as eleições do dia 7 (essa vencida por Leven Siano). Acontece que mais tarde essa liminar viria a ser cassada. Outra sustentação é que a contratação da empresa "Eleja Online" foi realizada de forma irregular. O grupo pede que as listas físicas e arquivos digitais dos sócios cadastrados, que votaram e não votaram, bem como o bando de dados e arquivos digitais do sistema sejam disponibilizados para consulta.

Além disso, argumenta-se que a antecipação de posse e eleição da mesa do Conselho Deliberativo feita por Alexandre Campello em seus últimos dias como presidente do Vasco "revela em cores fortes a estratégia de querer apoderar-se logo dos cargos para praticar atos e, logo a seguir, suscitar a teoria do fato consumado, inaplicável a espécie". Campello marcou a posse para a próxima sexta-feira (22).

Foto: reprodução

 

Mais lidas da semana