Mídias Sociais

Esporte

Goytacaz presta homenagem ao atacante Bruno Rangel uma das vítimas da tragédia da Chapecoense

Avatar

Publicado

em

 

Grande parte dos clubes brasileiros se comoveram com a tragédia da Chapecoense. O Goytacaz foi um deles. Responsável por revelar o atacante Bruno Rangel, o Alvianil da Rua do Gás decidiu prestar uma homenagem ao jogador.  O clube dará a sua sala de preparação física o nome do atleta, que foi uma das 71 vítimas do acidente envolvendo a equipe catarinense.

A idéia de homenagear Bruno Rangel partiu da direção do Goytacaz e imediatamente foi aprovada pelo Conselho Deliberativo do clube. A ação não é a primeira após o acidente. Recentemente, outras equipes se prontificaram para homenagear as vítimas. O Botafogo, por exemplo, se propôs a homenagear os jornalistas Guilherme Marques e Guilherme Van der Laars em duas cabines de televisão do Estádio Nilton Santos. Os dois eram torcedores do Alvinegro.

O Flamengo foi outro clube que também se mobilizou. O Rubro-Negro homenageará o jornalista Victorino Chermont. O repórter da Fox Sports era flamenguista assumido e dará nome à sala de imprensa do Ninho do Urubu, cuja inauguração está prevista para o próximo dia 13.

Bruno Rangel deu início a sua carreira no futebol no Goytacaz em 2002. Curiosamente, o atual presidente do clube, Dartagnan Fernandes foi quem assinou o primeiro contrato profissional do atleta. O mandatário inclusive esteve presente no enterro do jogador realizado no dia 4 deste mês. Bruno Rangel deixou o Goytacaz em 2004. Passou na sequência por diversos clubes, como Macaé, Boavista, Baraúnas, Guarani, entre outros, até chegar a Chapecoense em 2014.

Sérgio Barcellos

Foto: Gilberto Pace

 


 

Mais lidas do mês