Mídias Sociais

Esporte

Futuro de Barbieri será decidido em reunião pela diretoria do Flamengo

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

O clima que já andava pesado no Flamengo promete esquentar ainda mais. Após a fraca atuação no clássico diante do Vasco, a torcida e até mesmo diretores cobram a diretoria uma posição em relação ao técnico Maurício Barbieri. Em contato com jornalistas ainda no sábado após o clássico, o presidente Eduardo Bandeira de Mello garantiu a permanência do treinador. Mas o fato é que a decisão pode mudar após uma reunião com a cúpula de futebol, marcada para a noite desta segunda-feira.

O trabalho de Maurício Barbieri a frente do Flamengo começa a ser contestado de todos os lados. Se antes o treinador estava em alta por conta dos bons resultados pré-Copa, agora o profissional já não goza de tanto prestígio junto a direção. O aproveitamento caiu vertiginosamente após o Mundial e já há no clube quem defenda a demissão do treinador para tentar salvar o restante da temporada.

O empate sem gols diante do Corinthians na última quarta-feira pela semifinal da Copa do Brasil no Maracanã e a fraca atuação diante do Vasco pesam contra o treinador. Bastante pressionado, Barbieri não consegue achar soluções e fazer o time voltar a render o futebol apresentado no primeiro semestre. O Flamengo joga de forma engessada e suas táticas já foram decoradas pelos rivais.

Mesmo com toda a pressão por mudanças, a diretoria vem mantendo o treinador. Ele comandou os trabalhos nesta segunda-feira a beira do campo. Mas internamente, nos bastidores outros nomes já começam a ser ventilados. Entre os nomes apontados estão Vanderlei Luxemburgo, Dorival Júnior e até mesmo Levir Culpi.

Com o empate no clássico, o Flamengo se manteve com 45 pontos, na quarta posição. O próximo compromisso do Rubro-Negro pelo Campeonato Brasileiro será no domingo (23) quando irá encarar o Atlético-MG no Maracanã. Pela Copa do Brasil, o time só volta a campo no dia 26 de outubro, quando irá medir forças com o Corinthians, na Arena Corinthians.

Foto: Gilvan de Souza


 

Mais lidas do mês