Mídias Sociais

Esporte

Fluminense vive montanha russa de sensações e vê sua realidade mudar em menos de um mês

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

As últimas semanas não foram nada tranqüilas para o Fluminense. Do sonho do título na Sul-Americana ao fantasma do rebaixamento, o Tricolor das Laranjeiras viveu uma montanha russa de sensações nos últimos dias. Com a derrota para o Internacional, o time comandado por Marcelo Oliveira chega a última rodada do Brasileiro com chance de terminar entre os rebaixados.

Há menos de um mês, o Fluminense comemorava a classificação para a semifinal da Copa Sul-Americana. No Brasileiro, o time vivia uma situação aparentemente tranqüila. Longe da zona de rebaixamento. Mas em menos de três semanas, o Tricolor das Laranjeiras virou tudo mudar.

A derrocada começou no jogo de ida da semifinal diante do Atlético-PR. A derrota por 2 a 0 na Arena da Baixada deu enorme vantagem ao Furacão na briga por uma vaga na final. Nesse meio tempo, o Fluminense engatou cinco jogos sem vitória no Brasileiro e despencou na tabela. Hoje o time aparece na 14ª posição, com 42 pontos, mesma pontuação do Vasco, outro ameaçado pelo rebaixamento. Hoje, a distância do Tricolor das Laranjeiras para o Z-4 é de apenas 2 pontos.

A queda de rendimento preocupa. Inicialmente, o planejamento era fazer o quanto antes os 45 pontos para se livrar do rebaixamento e pensar somente na Sul-Americana. Isso agora não vai ser possível. O Fluminense chegará para o duelo contra o Atlético-PR desgastado, fisicamente e emocionalmente, não podendo poupar jogadores já que no final de semana jogará a sua sobrevivência na Série A. Nesta quarta, o time enfrenta o Atlético-PR no Maracanã precisando vencer por 3 gols de diferença para ir a final da Sul-Americana. No final de semana, encara o América-MG, também precisando da vitória para não depender de nenhum outro resultado.

Foto: Mailson Santana


 

Mais lidas do mês