Mídias Sociais

Esporte

Fluminense segue tomando decisões para tentar driblar impactos do coronavírus

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

O Fluminense segue tomando decisões para tentar driblar os impactos causados pelo coronavírus. O clube confirmou nesta quinta-feira (16) que irá estender as férias coletivas do departamento de futebol até o próximo dia 30 de abril. A decisão serve para o futebol profissional, as categorias de base e o futebol feminino.

A decisão começou a ser tomada após reunião entre os clubes e a CBF, realizada na última terça-feira (14). Já na última quarta, os clubes participaram de uma reunião com a Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj), onde aprovaram o protocolo de segurança e saúde montado pela entidade visando a retomada das atividades. Mesmo assim, o Campeonato Carioca segue sem data para retornar.

O Flu também confirmou que irá manter a paralisação das atividades sociais e esportivas da sede do clube até o dia 30 de abril. Durante esse período, os funcionários vão permanecer em casa. A decisão segue as recomendações passadas pelos órgãos de saúde, com o objetivo de evitar a proliferação do novo coronavírus.

O Tricolor das Laranjeiras deixou encaminhada também a redução de salário dos jogadores. A proposta já foi discutida, restando apenas a aprovação do Sindicato dos Atletas de Futebol do Rio de Janeiro (SAFERJ). Nenê e Digão representaram o elenco nas negociações. Segundo informações, a redução não terá um valor fixo. Os valores serão descontados gradualmente entre 15% e 25% do total recebido por cada jogador. As folhas de fevereiro e abril (férias) de 2020 serão pagas integralmente. Em maio, haverá redução de 25%. Inicialmente os pagamentos de junho também serão feitos sem descontos, caso as competições sejam retomadas. Se as medidas de prevenção forem estendidas, pode haver mudanças, que vão depender de nova negociação.

Foto: Lucas Merçon

Mais lidas da semana