Mídias Sociais

Esporte

Fluminense encerra contrato com patrocinadora máster por atraso nos pagamentos

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

O Fluminense rompeu nesta quarta-feira (8) o contrato com sua patrocinadora máster, a Valle Express. Por meio de uma nota oficial, o Tricolor das Laranjeiras confirmou o encerramento do vínculo, firmado em janeiro deste ano e que iria até o fim de 2019. Os constantes atrasos no repasse dos pagamentos foi o que acabou motivando o clube a dar fim a parceria.

Pelo contrato firmado entre as partes, o Fluminense poderia pedir a rescisão após o terceiro mês de atraso no pagamento. E foi exatamente isso que aconteceu. A Valle Express deve ao Tricolor das Laranjeiras as parcelas de abril, maio, junho e julho. O montante desses meses gira em torno de um total de R$ 1,4 milhão. O clube vai buscar receber esse valor na Justiça.

“O Fluminense Football Club informa que foi a Justiça fazer valer os seus direitos e que a partir de hoje, 8 de agosto, a Valle Express não é mais o patrocinador máster do clube”, diz a nota oficial emitida pelo clube.

O contrato deixa claro ainda que quem não cumprir com as cláusulas nele acordadas terá que pagar 40% do compromisso restante (cerca de R$ 18.250.000). Nesse caso, a Valle Express teria de desembolsar a quantia de R$ 7,3 milhões, totalizando uma dívida de R$ 8,7 milhões com o Fluminense.

Sem sua patrocinadora máster, o Fluminense agora volta ao mercado em busca de um novo patrocinador. Desde a saída da Unimed no fim de 2014, o clube vem encontrando bastante dificuldade para firmar acordo com uma empresa confiável. Antes da Valle Express, o Tricolor das Laranjeiras chegou a fechar com a Viton 44, mas assim como agora, a empresa também atrasou os pagamentos e o Flu só foi receber a quantia a que tinha direito após buscar seus direitos na Justiça. Vale lembrar ainda que a equipe está brigando na Justiça para receber uma dívida relacionada a antiga fornecedora de material esportivo, a Dry World. O caso está sendo julgado no Canadá.

Foto: Lucas Merçon/Fluminense FC


 

Mais lidas do mês