Mídias Sociais

Esporte

Fluminense é surpreendido com mais uma ação na Justiça

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

Como se não bastasse a perda do título do Campeonato Carioca para o Flamengo, o Fluminense amanheceu nesta quinta-feira com mais uma notícia ruim. O Tricolor das Laranjeiras foi condenado na Justiça a pagar R$ 3.712.500,00 a Unimedo-Rio pela venda do volante Jean ao Palmeiras. A negociação foi sacramentada em 2016.

A Unimed-Rio era a principal patrocinadora do Fluminense na época e ficou bastante conhecida por ajudar na aquisição de reforços para o clube. Ela entrou com uma ação na 1ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJ-RJ) no início de 2019. No processo, a patrocinadora alegou ter direito a 75% do valor obtido pelo Flu com a transferência, acrescido de juros e correção monetária. Após transcorrido o processo, a juíza Marisa Simões Mattos Passos deferiu o pedido nesta semana. Cabe recurso.

Hoje vice-presidente do Fluminense, Celso Barros foi presidente da Unimed-Rio durante os 15 anos de patrocínio ao clube, entre 1999 e 2014. Cabe lembrar, no entanto, que ele já não estava mais à frente da cooperativa na época em que a ação sobre a venda de Jean foi impetrada na Justiça.

Jean foi um dos jogadores que se destacaram com a camisa do Fluminense na conquista dos títulos de 2010 e 2012 do Campeonato Brasileiro. O jogador permaneceu no Tricolor das Laranjeiras mesmo após a saída da Unimed, mas acabou sendo vendido pelo clube ao Palmeiras no início da 2016. Na ocasião, o Flu passava por dificuldades financeiras e precisava reduzir sua folha de pagamento.

Foto: Bruno Haddad

Mais lidas da semana