Mídias Sociais

Esporte

Flamengo se aproxima de acerto com atacante que já foi especulado no ano passado

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

O Flamengo voltou a consultar um nome que já esteve na pauta do clube no ano passado. Na ocasião, apesar do interesse entre as partes, o negócio acabou não se concretizando. Trata-se do atacante Pedro, que em 2019 defendia o rival Fluminense, mas hoje tem seus direitos econômicos ligados ao Fiorentina, da Itália.

Não é de hoje que o Flamengo busca um camisa 9 no mercado. Jorge Jesus pediu a contratação de um jogador com essas características no meio do ano passado, mas apesar dos esforços da diretoria o português não teve seu pedido atendido. Em junho de 2019, o Rubro-Negro chegou a enviar uma proposta de cerca de 10 milhões de euros, mas encontrou resistência do Fluminense. Mesmo com o Fla aumentando posteriormente a oferta para 12 milhões, o Tricolor bateu o pé e não aceitou negociar o atleta com um rival.

Apesar as conversas com o Flamengo fracassaram, Pedro foi negociado em setembro com a Fiorentina, da Itália, por 11 milhões de euros. Só que em solo italiano, o jogador acabou tendo poucas oportunidades, o que o faz querer voltar ao Brasil em 2020. Pela Fiorentina, Pedro disputou somente quatro partidas, somando apenas 59 minutos em campo.

Com o Fluminense fora da jogada, o caminho ficou livre para o Flamengo. O jogador já havia manifestado o interesse em ouvir a proposta do Rubro-Negro no ano passado e agora vê com bons olhos a possibilidade de voltar ao Rio de Janeiro. O Flamengo se reuniu com representantes do jogador e ficou otimista com o encontro.

Um dos emprésarios de Pedro, Marcio Giugni, ficou de levar a proposta do Flamengo à Fiorentina nos próximos dias. O Rubro-Negro propõs ao time italiano um empréstimo até o fim do ano, com opção de compra ao fim do contrato. Outros clubes também disputam o jogador, entre eles o Grêmio. Equipes como o Porto, de Portugal, também consultaram representantes do atacante, mas ao que tudo indica, a preferência de Pedro seria mesmo retornar ao Rio de Janeiro.

Foto: Alexandre Vidal

Mais lidas da semana