Mídias Sociais

Esporte

Flamengo estuda alternativas para o caso Diego Alves

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

O caso de indisciplina do goleiro Diego Alves segue repercutindo no Flamengo. Após se negar a embarcar com o restante da delegação para o duelo com o Paraná, o arqueiro deverá ser punido pela diretoria do clube. A direção do Rubro-Negro tem evitado falar publicamente sobre o assunto e a tendência é que o assunto seja resolvido internamente.

Diego Alves se recusou a embarcar no vôo com o restante dos companheiros após ser informado pelo técnico Dorival Junior que ficaria no banco de reservas. Diego está voltando de lesão e o treinador optou então por manter o jovem César na condição de titular diante do Paraná, decisão que acabou contrariando Diego.

Extraoficialmente há quem diga que o goleiro ficou sem clima no clube. O ESPN chegou a publicar nesta segunda-feira (22) que Diego Alves terá o contrato rescindido com o Flamengo caso não se desculpe pelo episódio na reapresentação do elenco, marcada para está terça-feira (23).

Nos bastidores, a direção do Flamengo estuda o que fazer com o jogador. O vice de futebol do Flamengo, Ricardo Lomba está em contato direto com o diretor-executivo do clube, Carlos Noval. Ambas as partes buscam uma solução para o caso. Há inclusive informações de que o clube já teria entrado em contato com o agente do goleiro para comunicar as possibilidades.

Diego Alves chegou ao Flamengo em julho do ano passado com status de titular absoluto por conta de suas convocações para a Seleção Brasileira e passagem pelo futebol europeu. Com a camisa do Rubro-Negro, Diego já disputou 68 jogos, mas ultimamente vinha tendo suas atuações contestadas por falhas cruciais em jogos importantes, como nas derrotas para Ceará e Corinthians, pela Copa do Brasil.

Foto: Gilvan de Souza


 

Mais lidas do mês