Mídias Sociais

Esporte

Flamengo e Fluminense voltam a se encontrar neste domingo pela final do Carioca

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

Flamengo e Fluminense voltam a se enfrentar neste domingo (12), às 16 horas, no Maracanã, para decidir o título do Campeonato Carioca. O Rubro-Negro foi o campeão da Taça Guanabara, enquanto que o Tricolor das Laranjeiras faturou a Taça Rio. Agora, ambos medem forças em dois jogos para saber quem levará par a casa o troféu geral do Estadual.

Mesmo após perder a Taça Rio nos pênaltis justamente para o Fluminense, o Flamengo mais uma vez entrará em campo como favorito. O time comandado por Jorge Jesus está melhor preparado fisicamente, além de ter mais peças no elenco com capacidade para desequilibrar a partida.

Só que a má atuação diante do rival no meio de semana ligou o sinal de alerta no clube. O Flamengo sabe que não pode subestimar o adversário. Se no papel o time é indiscutivelmente superior ao Tricolor, ficou provado que dentro das quatro linhas essa diferença não é tão gritante como se imaginava. Ainda assim, não há como negar o favoritismo rubro-negro, que se repetir o padrão de atuação já característico sob o comando do técnico português, fica difícil de ser parado.

Pelo lado do Fluminense o clima parece mais leve. Sem a pressão do favoritismo e com moral após a Taça Rio, o Tricolor das Laranjeiras teve um pouco mais de tranquilidade para trabalhar nos últimos dias. O técnico Odair Hellmann buscará novamente uma forma de parar o adversário, com a ressalva que agora o Fla entrará em campo já tendo conhecimento de parte da estratégia do adversário. Cabe a Odair se reinventar para novamente surpreender o rival.

Odair terá um problema a mais para a partida deste domingo: o desgaste dos jogadores. Diante do Flamengo na quarta, os atletas apresentaram alta intensidade e também cansaço, que foi sentido principalmente na parte final do segundo tempo. Com pouco tempo para treinar e recuperar os jogadores, será preciso buscar alternativas para evitar que o time perca o fôlego nos minutos finais, o que em uma decisão de 180 minutos pode ser fatal diante de um ataque poderoso como o do Fla.

Foto: Lucas Merçon

Mais lidas da semana