Mídias Sociais

Esporte

Flamengo confirma oficialmente a contratação do espanhol Domènec Torrent

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

O namoro virou casamento. Após alguns dias de negociações, o Flamengo enfim tornou público o acerto com o técnico Domènec Torrent. O espanhol assinou na manhã desta sexta-feira (31), em Barcelona, o contrato com o Rubro-Negro, que será válido até dezembro de 2021.

Flamengo e Domènec já haviam chegado a um acordo desde o início da semana. Só que algumas pendências e detalhes burocráticos ainda seguravam o anúncio oficial. Resolvidas as diferênças, as partes tornaram público o acordo nesta sexta. O espanhol chega ao Rubro-Negro com a difícil missão de substituir o multicampeão Jorge Jesus e dar continuidade ao projeto vitorioso do clube.
Segundo informações, o espanhol e sua comissão irão receber ao todo, 2,25 milhões de euros (cerca de R$ 13,7 milhões na cotação atual). Torrent terá a companhia de três auxiliares espanhóis. Jordi Guerrero será o auxiliar técnico, Jordi Gris fica como analista de desempenho e ainda haverá um preparador físico que não foi definido até o momento.

Um dos fatores que fizeram a diretoria do Flamengo apostar na contratação de Domènec é que ele foi por muitos anos auxiliar de Pep Guardiola. Ele trabalhou com o treinador espanhol no Barcelona, Bayern de Munique e mais recentemente o Manchester City. No Flamengo, Torrent terá pela frente o seu segundo trabalho como treinador. O primeiro foi no New York City FC, da MLS (Liga de Futebol dos Estados Unidos), entre 2018 e 2019.

Outro fator importante analisado pelos dirigentes do Flamengo foi o engajamento de Domènec com o projeto. O treinador se mostrou entusiasmado com o planejamento do Rubro-Negro, além de demonstrar também grande conhecimento sobre o futebol. O fato de ter rodagem e ainda ter trabalhado com um dos maiores treinadores do mundo também pesou na decisão da diretoria. Com a escolha pelo espanhol, eles estão confiantes de que poderão manter a excelência no futebol que vinha sendo apresentado sob o comando de Jorge Jesus.

Foto: Alexandre Vidal

Mais lidas da semana