Mídias Sociais

Esporte

Fernando Diniz fala sobre suas convicções e o que pensa sobre o futebol

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

O técnico Fernando Diniz havia dito antes do clássico contra o Flamengo que manteria o DNA ofensivo do Fluminense. E ele manteve a sua promessa. Com a bola rolando, o Tricolor das Laranjeiras foi superior ao adversário e saiu de campo com uma classificação heróica e que dá muita moral ao grupo para a final da Taça Guanabara. Neste domingo (17), às 17h no Maracanã, o Flu encara o Vasco na decisão do turno.

Mesmo ciente da qualidade do adversário, o técnico Fernando Diniz afirmou que manteria a forma de jogar do time. O treinador foi corajoso e mostrou ter convicção em seu trabalho e no que pensa sobre futebol. Acabou premiado diante de um Flamengo que aparentemente entrou em campo para esperar o adversário e jogar pelo regulamento.

“Em nenhum momento eu pensei em mudar. O que temos de fazer é deixar o modelo cada vez mais equilibrado. Em uma formação ofensiva, não necessariamente você dará mais espaços. Por isso, precisamos de ajustes e isso se aprende com o tempo. Quando o time está junto, compactado, não se corre muitos riscos. Estamos evoluindo, atacando de forma mais consciente e sem deixar espaço para o adversário”, afirmou Diniz na coletiva de imprensa pós-jogo.

Diniz foi bastante elogioado pela imprensa nacional após a partida. Apesar da euforia, ele se manteve sereno na coletiva de imprensa e fez uma breve análise sobre o seu trabalho e convicções.

“Futebol é isso: ter inteligência, disposição e coragem para usar os espaços que existem. Começar lá de trás é fundamental. Rodolfo sabe jogar com os pés, mas o time precisa se mover para criar os espaços. É ensaio, treino, repetição que gera confiança para executar as coisas no jogo”, explicou o treinador.

O Fluminense agora terá pela frente o Vasco na grande final, dono da melhor campanha até aqui na competição e que na semifinal despachou o Resende com uma vitória por 3 a 0. Assim como na fase de grupos, a tendência é de um confronto de extremo equilíbrio no domingo.

Foto: Lucas Merçon


 

Mais lidas do mês