Mídias Sociais

Esporte

Fernando Diniz analisa queda do Fluminense na Taça Rio

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

O Fluminense definitivamente não viveu os seus melhores dias da era Diniz diante do Flamengo na noite da última quarta-feira (28). Mesmo com a vantagem, o Tricolor das Laranjeiras fugiu de suas próprias características em determinados momentos da partida e acabou sendo penalizado já no apagar das luzes com a eliminação na semifinal da Taça Rio, após a derrota por 2 a 1 para o Rubro-Negro.

Como de costume, o técnico Fernando Diniz conduziu a coletiva de imprensa pós-jogo com bastante lucidez. O treinador analisou a atuação de sua equipe e também fez elogios ao adversário. Para Diniz, o fator emocional pode ter sido o grande responsável pela eliminação do Fluminense.

“A gente errou bastante, mas o Flamengo fez uma marcação forte e bem feita. Foi uma mistura dos dois aspectos. Erramos coisas simples coletivamente. Isso provocou o jogo e as muitas chances que o Flamengo teve. Depois que a gente fez o gol, estranhamente nosso time recuou. Isso não foi pedido, e a gente não costuma fazer isso. Achei que a parte emocional pesou um pouco”, explicou Diniz.

O treinador complementou na sequência. A gente ficou esperando o jogo terminar, segurando o 1 a 1. Mesmo com a pressão deles, não tinham chance de gol. A gente teve, a gente levou mais perigo. Teve a bola na trave e outra situação de contragolpe que iniciou 5 contra 2. Eles tiveram muitas falhas laterais e levaram perigo na bola pelo alto. O jogo terminou 2 a 1. Não dá para falar que o resultado foi injusto. Temos de dar parabéns ao Flamengo, levantar a cabeça e seguir adiante”, finalizou o treinador.

Foto: Lucas Merçon

 

Mais lidas da semana