Mídias Sociais

Esporte

Ferj entra na Justiça contra Botafogo e Fluminense

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

A Federação do Rio de Janeiro (Ferj) tomou uma atitude drástica com relação a Botafogo e Fluminense. A entidade máxima do futebol carioca entrou na Justiça contra os dois clubes após ambos criarem um manifesto criticando a Ferj. Ele chegou a ser exibido em rede nacional durante a transmissão do duelo entre os dois times pela semifinal da Taça Rio.

No manifesto, jogadores dos dois times entraram em campo com a faixa "Respeitem a nossa história". Os clubes alegam que foram perseguidos pela Ferj por se posicionarem contra o retorno do Campeonato Carioca em meio a pandemia do coronavírus. A Federação não gostou nada da atitude e decidiu mover um processo por danos morais.

No processo, a Ferj cobra uma indenização por danos morais no valor de R$ 100 mil, além de indenização por danos materiais que ainda precisarão ser calculados. No documento enviado à Justiça, a entidade afirma que Botafogo e Fluminense "expuseram grosseira e mentirosamente uma série de supostas irregularidades imputadas à Autora" e diz que "é muita covardia de ambos mandatários agirem às expensas das instituições que administram para tentar infligir alguma dor na moral alheia, visando amealhar alguma fugaz repercussão social".

Em sua defesa, a Ferj garante ter seguido todos os protocolos necessários e que o Campeonato Carioca foi retomado com o aval das autoridades competentes. A Federação também reafirma que dos 16 clubes, apenas Botafogo e Fluminense se posicionaram de forma contrária. A Ferj criticou também a administração dos dois clubes, alegando que somente eles não se prepararam de forma adequada para o retorno da competição.

Foto: reprodução

Mais lidas da semana