Mídias Sociais

Esporte

Empate com o Bahia mantém o Vasco fora da zona de rebaixamento no Brasileiro

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

O Vasco ficou no 0 a 0 com o Bahia em partida disputada na tarde do último domingo em São Januário. O resultado foi considerado justo pelo técnico Vanderlei Luxemburgo, levando em conta o que os dois times produziram em campo. Com o ponto conquistado, o Cruz-Maltino chegou aos 37, se mantendo fora da zona de rebaixamento.

Ambas as equipes protagonizaram um jogo bastante equilibrado e com pouquíssimas chances criadas ao longo dos 90 minutos. A baixa produção ofensiva foi tema da coletiva de imprensa após a partida. Os questionamentos deixaram o técnico Vanderlei Luxemburgo um tanto quanto contrariado.

"É duro, né. Vocês só veem as coisas que não deram certo. Eu acho que deu certo. Saímos de campo com resultado, com menos um jogador e se você pegar a oportunidade que o Bahia teve de construir, teve contragolpe, um ou outro, mas nós estivemos bem postados. Sabíamos que o Bahia iria jogar fechado para sair com o empate e nós tentamos. O que não podíamos era ficar expostos, ir para dentro de qualquer maneira e tomar contragolpe e nós sofrermos uma derrota aqui o que seria muito ruim", explicou Luxemburgo.

O treinador também comentou a expulsão de Leandro Castan, que acabou atingindo em cheio o rosto do goleiro Douglas. O Vasco chegou a balançar as redes no lance, mas o gol foi anulado após consulta no VAR, que culminou também no cartão vermelho para o zagueiro  cruz-maltino.

Após a partida, Luxemburgo disse concordar com a expulsão, mas também reclamou dos critérios utilizados pela arbitragem.

"Eu acho que o juiz acertou a expulsão do Castan. Foi uma imprudência. Não teve a intenção. Mas a imprudência se mostrou. Mas antes do lance do Castan, o arbitro fechou os olhos quando o Gregore deixa a bola seguir e acerta a perna do Benitez. Se o Castan merecia ser expulso por imprudência, acho que o Gregore também deveria ser expulso. Acho que são dois pesos e duas medidas", avaliou Luxa.

Foto: Rafael Ribeiro

Mais lidas da semana