Mídias Sociais

Destaque

Em dia de Rogerinho e Maradona, Macaé vence fora e sai do Z-2 na Série C

Publicado

em

 

Alvianil soube aproveitar oportunidades para superar o Joinville (SC) no Sul

Da redação

O Macaé respira aliviado na Série C do Campeonato Brasileiro. O Alvianil venceu o Joinville (SC) por 4 a 2, na tarde desse domingo (27), e deixou a zona de rebaixamento do Grupo A faltando duas rodadas para o fim da competição. A tarde foi da dupla Rogerinho e Cláudio Maradona, que marcaram duas vezes cada na Arena Joinville, com Eliomar e Rafael Grampola descontando para os donos da casa.

Com a 16ª jornada da Terceirona Nacional concluída, o Macaé subiu para a oitava posição, uma acima do Z-2, com 18 pontos. O principal concorrente direto, que é o Bragantino (SP), vem logo atrás, com 17. No próximo sábado (2), o Alvianil Praiano volta a atuar fora de casa. No Estádio Vail Chaves, no interior paulista, vai encarar o lanterna Mogi Mirim (SP), às 15h30.

Tudo igual na primeira etapa

O duelo no Sul do país começou agitado, com os dois times progredindo em direção ao ataque. Rafael Grampola foi o primeiro a dar trabalho em chute cruzado, sem que ninguém completasse. O Macaé não conseguiu respostas tão efetivas e acabou saindo atrás após erro na saída de bola. Bruno Rodrigues cruzou e Eliomar, de cabeça, fez 1 a 0.

Sem se abater, o time do Rio de Janeiro foi em busca do empate. Depois de nova bobeada, dessa vez da defesa mandante, o Macaé aproveitou com Rogerinho, que roubou a bola e mandou para as redes, igualando a contagem. Depois de pressão do Joinville no fim, a situação ficou melhor para o Alvianil, já que Eliomar foi expulso ao fazer falta e receber o segundo amarelo.

Mais quatro gols em duelo que termina com brilho de Maradona

Na volta do intervalo, logo aos dois minutos o Macaé virou em cobrança de pênalti. Rogerinho bateu bem: 2 a 1. Mesmo com um homem a menos, os catarinenses foram ao ataque para buscar a igualdade. E conseguiram isso aos 25 minutos, também através de penalidade. Rafael Grampola foi o responsável por mandar a bola para o fundo das redes, dando emoção ao confronto.

Só que o Macaé ainda tinha um trunfo guardado para a reta final. E ele se chamava Cláudio Maradona. Aos 29, apenas dois minutos depois de sofrer o empate, ele recolocou o Leão na frente ao receber em profundidade, driblar o goleiro Matheus e assinar o seu. E ainda tinha mais. Novamente com oportunismo, Maradona recebeu cruzamento e, de cabeça, aos 35 minutos, deu números finais ao jogo eletrizante na Arena Joinville: 4 a 2 para o time do Rio de Janeiro, que volta com os três pontos na bagagem.

 

Crédito: Divulgação

Mais lidas da semana