Mídias Sociais

Esporte

Em busca da redenção, Cabofriense encara o Resende neste sábado lutando contra o rebaixamento

Avatar

Publicado

em

 

O primeiro semestre da Cabofriense não saiu como planejado. Vivendo um momento conturbado no início da temporada, o Tricolor Praiano chega a última rodada brigando para se manter na elite do futebol carioca, lutando contra o rebaixamento. O capítulo final dessa história começará a ser inscrito neste sábado, dia 16, às 15h15, quando o time de Cabo Frio encara o Resende, no Estádio do Trabalhador.

No limite da zona de rebaixamento, a Cabofriense se vê obrigada a vencer o Resende para não depender de uma combinação de resultados para se manter na Série A. A missão do Tricolor Praiano se mostra bastante ingrata, já que o adversário é o atual líder do Grupo D e já garantiu antecipadamente a sua vaga na semifinal da Taça Rio com a melhor campanha da chave.

Joga contra a Cabofriense o péssimo aproveitamento da equipe como visitante no Carioca. Longe do Correão, a equipe comandada pelo técnico Eduardo Húngaro perdeu todos os jogos que fez até aqui, não tendo somado um ponto sequer em seis partidas. Em entrevista ao Globoesporte.com, o treinador não se mostrou preocupado quanto ao retrospecto da equipe fora de casa.

“Não incomoda de jeito nenhum. Vencer fora é sempre difícil. Mas vamos na expectativa de fazer um bom jogo e conseguir a manutenção”, afirmou Húngaro, que ainda complementou: “Esperamos fazer um bom resultado e conseguir manter o time na Série A. Sabemos das dificuldades que vamos encontrar, com uma equipe que é a líder da competição e vamos jogar na casa deles. O adversário tem muita qualidade, mas precisamos do resultado”, enfatizou.

Autor: Sérgio Barcellos

Foto: Andreia Maciel 

Mais lidas da semana