Mídias Sociais

Esporte

Diretoria do Vasco anuncia acordo com o Independiente por Benítez

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

Após uma série de negociões, o Vasco deixou encaminhada a compra dos direitos econômicos de Benítez. A diretoria do Cruz-Maltino chegou a um acordo com o Independiente, da Argentina, após reunião realizada na manhã desta quarta-feira via videoconferência. Apesar do acerto entre as partes, o time carioca ainda precisa levantar recursos para arcar com a compra.

O Vasco pediu ao Independiente um prazo de duas semanas conseguir a quantia necessária para confirmar a compra do jogador. Os valores envolvidos na negociação não foram revelados de forma oficial, mas na semana passada o diretor esportivo do Independiente, Jorge Damiani, afirmou que a oferta era de US$ 4 milhões (cerca de R$ 22 milhões), por 60% dos direitos econômicos de Benítez.

Nos moldes citados acima, a primeira parcela de US$ 2,5 milhões (pouco mais de R$ 14 milhões) seria paga ainda este ano. O restante seria quitado em outras duas parcelas previstas para 2021.
"Avançou bastante, estamos alinhados. Temos um prazo de cerca de 15 dias para colocar de pé a operação e as exigências, como garantias e recursos. Chegamos a um acordo em relação a números e forma de pagamento", disse o presidente Alexandre Campello.

O mandatário ainda complementou: "Estamos tentando viabilizar os recursos com nossos parceiros, através do marketing, e com a própria torcida. A ideia é envolver os patrocinadores e a torcida. Esse é o nosso projeto", explixou Campello.

Apesar de reconhecer a qualidade do jogador, boa parte da torcida do Vasco e também conselheiros não estão concordando com os valores envolvidos na negociação. Eles acreditam que a quantia de R$ 22 milhões por "apenas" 60% dos direitos do jogador é um valor muito alto, com um investimento de alto risco para o Cruz-Maltino. A diretoria agora irá recorrer a patrocinadores e outros investidores para bancar a contratação.

Foto: Rafael Ribeiro

 

Mais lidas da semana