Mídias Sociais

Esporte

Diretoria do Fluminense consegue quitar parte dos atrasados do clube

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

Atravessando uma grave crise financeira, o Fluminense vem encontrando bastante dificuldade para manter as contas em dia. A boa notícia é que nesta semana a diretoria conseguiu pagar parte dos salários atrasados de jogadores e funcionários, o que já ajudará muitas pessoas no clube. A informação que chega é que foi quitado o restante de janeiro, que eram os 20% que ainda estavam em aberto.

O Fluminense informou também que apenas os funcionários que recebem como pessoas jurídicas ainda estão com pendências refentes a janeiro. Vale lembrar que o mês de fevereiro dos jogadores e funcionários, que venceu no último dia 5 de março, ainda está em aberto. A direção segue portanto em busca de recursos para equalizar as dívidas.

A regularização das dívidas é algo que o presidente Mário Bittencourt vem buscando desde que assumiu o clube em junho do ano passado. Mário já deu início ao seu mandato com dois meses e meio de salários em aberto. Desde então vem conversando com os jogadores e buscando soluções. Alguns meses estão tendo o pagamento parcelado, na tentativa de colocar as coisas em ordem.

Lutando contra a crise financeira, o Fluminense agora terá um novo obstáculo para colocar suas finanças em dia. A paralisação no futebol por conta do coronavírus gerou um grande impacto nas receitas do clube. Isso porque o Tricolor das Laranjeiras não tem a receita de bilheteria das partidas e também não consegue capitalizar com a venda de produtos no dia dos jogos. Além disso, a procura pelo programa de sócio-torcedor também caiu, assim com o a procura por camisas oficiais. Resta agora saber por quanto tempo irá durar a paralisação e o quanto isso causará de prejuízo ao clube futuramente.

Foto: Lucas Merçon

Mais lidas da semana