Mídias Sociais

Esporte

Diretoria do Botafogo espera faz as contas para evitar novas dívidas ao fim da temporada

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

A temporada está chegando apenas a metade, mas a diretoria do Botafogo já faz as contas pensando no fim do ano. Para não fechar 2019 no vermelho, os dirigentes esperam aproveitar a abertura da janela de transferências para fazer alguma receita. Segundo os cálculos, o clube precisa levantar algo em torno de R$ 35 milhões para evitar novas dívidas ao fim temporada.

Internamente, o clube trabalha com a possibilidade de vender dois jogadores para levantar a quantia. O valor pode ser atingido até mesmo com a venda de apenas um atleta, desde que seja um grande negócio. Os dirigentes estão atentos e avaliando todas as possibilidades. O atleta mais valioso do elenco atualmente é o goleiro Gatito, que deixou a Copa América com bastante prestígio após ter sido eleito o melhor jogador do Paraguai em todas as partidas do torneio.

Por conta das boas atuações na Copa América, Gatito entrou na mira do Porto. O clube português está em contato com o staff do goleiro e não descarta enviar uma proposta oficial pelo jogador na abertura da janela. Mesmo com toda a valorização, a diretoria do Alvinegro acredita que não conseguirá os R$ 35 milhões desejados. Dois fatores atrapalham: a idade avançada (Gatito tem 31 anos) e a posição de goleiro, normalmente não muito valorizado no mercado de transferências.

Diante desta realizade, a diretoria já trabalha com outras possibilidades no elenco. Entre os jogadores que podem render uma boa quantia aos cofres do clube estão Luiz Fernando, Alex Santana e Ezequiel. O primeiro não vive bom momento, mas tem grande potencial de venda.  Já o segundo fez um grande primeiro semestre e pode ser negociado. Já o último pode trazer uma proposta bastante vantajosa por conta da idade, estando atualmente com 21 anos.

Foto: Vitor Silva

 

Mais lidas do mês