Mídias Sociais

Esporte

Destaque do Flamengo admite possibilidade de deixar o clube

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

Em meio a euforia após a vitória sobre o Grêmio – que inclusive manteve vivo o sonho do título do Campeonato Brasileiro -, o meia Diego deu uma declaração que pegou muita gente de surpresa. Em conversa com os jornalistas, o atleta admitiu a possibilidade de deixar o Flamengo ao fim da temporada.

“Estou muito feliz. Vou cumprir com aquilo que eu sempre falei. Só tenho a agradecer a todo carinho e respeito. Minha intenção é retribuir até o último dia. Não sei mais quanto tempo, nem se fico até o final do contrato. Vai ter o momento certo de falar sobre isso. Mas independentemente, estarei fazendo meu melhor e seguindo em frente”, afirmou Diego.

O contrato de Diego com o Flamengo vai até julho de 2019. Diego chegou ao Rubro-Negro badalado e logo adquiriu a condição de titular absoluto do time. Só que isso mudou na atual temporada. Após altos e baixos, ele acabou indo para o banco de reservas sob o comando de Dorival Junior.

Diego só voltou ao time titular do Flamengo na última quarta-feira por conta da suspensão de Lucas Paquetá. E ao que parece, o banco fez bem ao jogador. Ele foi um dos destaques do Rubro-Negro na vitória por 2 a 0 sobre o Grêmio, tendo inclusive feito o segundo gol, que deu números finais a partida.

Diego também não é unanimidade entre os dirigentes do Flamengo. Um dos fatores que pesa contra o jogador é a idade. Em fevereiro, ele irá completar 34 anos. Outro empecilho é o alto salário. O impasse só deve ser resolvido ao fim da temporada. O Flamengo passará por eleição presidencial no dia 8 de dezembro. A tendência é que só após essa data, a nova diretoria que assumir o clube toque as negociações com o jogador.

Enquanto a temporada não chega ao fim, o clube segue sonhando com o título do Campeonato Brasileiro. A distância para o líder Palmeiras continua sendo de cinco pontos, restando agora apenas seis em disputa. Para ser campeão, o Rubro-Negro precisa vencer os dois jogos que restam e ainda torcer para o Palmeiras somar apenas um ponto nas próximas partidas.

Foto: Gilvan de Souza/Flamengo


 

Mais lidas do mês