Mídias Sociais

Esporte

Desempenho ofensivo do Vasco é o pior desde 2010

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

O empate sem gols diante do Volta Redonda no fim de semana evidenciou um dos maiores problemas do Vasco de Abel Braga: a dificuldade em balançar as redes do adversário. A situação piora quando um levantamento aponta que este é o pior desempenho ofensivo do time desde 2010.

O Vasco só balançou as redes em 2020 em 8 oportunidades. Isso em 12 jogos disputados até aqui. Os números tornam esse time o menos produtivo desde 2010. Para piorar, nesse recorte de 10 anos, duas vezes o time foi rebaixado, e mesmo com o descenso, eles tinham números superiores ao atual.

E tudo ainda poderia ser pior se não fosse Germán Cano. Dele saíram cinco gols do time na temporada. A dificuldade na criação de jogadas é tanto que, nem mesmo os lances de bola parada se tornam produtivos. Foram apenas dois gols desse jeito até aqui, ambos marcados de cabeça pelo zagueiro Werley.

Diante do problema, os treinos de finalização foram intensificados pelos auxiliares Leomir e Ramon. Mas a verdade é que o técnico Abel Braga parece não conseguir mudar o panorama. O treinador segue mantendo a mesma formação ofensiva na maioria dos jogos, com Marrony, Cano e mais um jogador. Muitas vezes, ele promove um rodízio com Talles Magno, Ribamar e Vinícius, algo que não vem surtindo muito efeito até aqui. Na quinta-feira (12), o time terá nova chance de mudar essa panorama, quando irá enfrentar o Goiás, pela Copa do Brasil. A partida será disputada em São Januário, às 21h30.

Foto: Rafael Ribeiro

Mais lidas da semana