Mídias Sociais

Esporte

Brasil fecha a Rio 2016 com sua melhor participação na história dos Jogos Olímpicos

Avatar

Publicado

em

 

O Brasil fechou no último domingo, dia 21, a sua participação nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Com 19 medalhas conquistadas no total, sendo sete delas de ouro, seis de prata e seis de bronze. Foi o melhor desempenho brasileiro da história em olimpíadas, deixando para trás a participação em Londres 2012, na Inglaterra, quando conquistou 17 medalhas no total. Na ocasião, foram três medalhas de ouro, cinco de prata e nove de bronze.

Nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, o Brasil quebrou também o recorde de medalhas de ouro conquistadas em uma só olimpíada. Foram sete no total, contra as cinco de Atenas em 2004, na Grécia, sua melhor participação até então. Foi também o melhor desempenho na classificação geral da competição. Pela primeira vez, o Brasil fechou sua participação na 13ª posição.

Embora tenha tido o seu melhor desempenho em uma olimpíada, a participação do Brasil ficou abaixo da meta estipulada pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB). A expectativa do comitê era que o país ficasse entre os dez primeiros colocados, o que acabou não acontecendo. Parte desse “fracasso” se explica pelo baixo rendimento da natação e de alguns atletas do judô, como é o caso da Sarah Menezes, campeã em Londres e que foi eliminada de forma precoce na Rio 2016. Esperava-se que o vôlei feminino também fosse mais longe, mas as meninas acabaram eliminadas logo nos quartas de final para a China, que posteriormente viria a ficar com o ouro.

É importante frisar também que o Brasil teve conquistas inesperadas como o ouro de Thiago Braz no salto com vara e no boxe com Robson Conceição. Rafaela Silva no judô também foi uma das surpresas, assim como Martine Grael e Kahena Kunze, na vela. Quatro ouros inesperados que se juntaram as conquistas de Alisson e Bruno Schmidt no vôlei masculino de praia, a seleção brasileira no vôlei masculina de quadra e o ouro no futebol masculino.

Ainda completaram o quadro de medalhas do Brasil as pratas de Felipe Wu no tiro esportivo, duas com Isaias Queiroz na canoagem, Arthur Zanetti nas argolas, Diego Hypolito na ginástica artística e a dupla Agatha e Bárbara no vôlei de praia feminino. As medalhas de bronze foram conquistados por Rafael Silva, o baby no judô, Isaias Queiroz na canoagem, Mayra Aguiar no judô, Poliana Okimoto na maratona aquática, Arthur Nory na ginástica artística e Maicon de Andrade no taekwondo.

Sérgio Barcellos

Foto: Yves Herman/Agência Reuters

Mais lidas do mês