Mídias Sociais

Esporte

Botafogo tem quantia bloqueada na Justiça por dívida com empresa de telefonia

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

O Botafogo ganhou mais uma dor de cabeça nesta semana. A empresa Telefônica, que no Brasil é representada pela Vivo, pediu na Justiça a penhora de R$ 16,2 milhões dos cofres do Alvinegro por conta de dívidas com a prestadores de serviço. O juiz Mário Alexandre Pacheco da Silva foi quem concedeu o bloqueio.

As informações dão conta de que o Botafogo e a empresa de telefonia começaram a relação em 1999, quando chegaram a fechar um contrato de publicidade na piscina olímpica da sede do clube. O vínculo entre as partes foi estendido em 2004. Dois anos depois, por força judicial, a publicidade em questão precisou ser retirada do ar.

Só que no contrato assinado entre as partes existia uma cláusula que dizia que, caso o Botafogo ficasse impossibilidade de veicular a publicidade, o mesmo deveria realizar a devolução do valor pelo prazo remanescente não desfrutado. Segundo informações, o Alvinegro deveria devolver R$ 3.593.424,60 para a empresa na época.

Como não foi regularizada, a dívida cresceu de lá para cá. O montante correspondente aos R$ 16,2 milhões da penhora agora inclui além da devolução, também atualização por correção monetária, juros, custas e honorários. A boa notícia para o Botafogo é que a ação ainda cabe recurso.

Foto: Vitor Silva

Mais lidas da semana