Mídias Sociais

Esporte

Botafogo corre atrás por renovações na tentativa de manter base de seu time titular

Publicado

em

 

A pandemia do coronavírus gerou inúmeros prejuízos aos clubes com impactos que vão até mesmo além das quatro linhas. Em meio ao cenário de incerteza quanto ao futuro, a diretoria do Botafogo se vê diante de um novo problema. Sete dos onze titulares do clube estão com contrato por vencer até dezembro.

Com a possibilidade de perder mais da metade do time titular, a diretoria corre nos bastidores para conseguir a renovação de contrato de seus atletas, garantindo assim a permanência de seus principais destaques. Existem três negociações avançadas até o momento. São elas: os zagueiros Kanu e Marcelo Benevenuto, e o volante Caio Alexandre. Todos os três são titulares do time de Paulo Autuori.

A prioridade da diretoria do Botafogo neste momento é conseguir estender o vínculo destes três jogadores. As negociações com os jogadores foram iniciadas antes mesmo da pandemia do coronavírus. No entanto, a quarentena obrigatória vem prejudicando o desenrolar das conversas. Diante disso, a tendência é que o desfecho das negociações fiquem para quando tudo voltar à normalidade.

Segundo informações, a ideia do Botafogo é fechar um contrato até 2024 com Marcelo Benevenuto, jogador que foi considerado um dos destaques do time nesta temporada. Já Kanu recebeu uma proposta inicial de renovação por duas temporadas. A situação de Caio parece ser a mais encaminhada, mas os detalhes não foram revelados.

Além do trio, outros quatro jogadores estão com contrato por encerrar até dezembro. São eles: Guilherme Santos, Honda, Bruno Nazário e Fernando. Por outro lado, uma das primeiras definições diz respeito a Fernandes. A diretoria definiu que o atleta não seguirá no clube. Agora os dirigentes precisam definir também as situações de Diego Loureiro e do centroavante Igor Cássio. O contrato do goleiro se encerra em junho, enquanto que o de Cássio chega ao fim em setembro.

Foto: Vitor Silva

Mais lidas da semana