Mídias Sociais

Esporte

Botafogo aproveita a quarentena para por a casa em ordem e fazer ajustes no elenco

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

A diretoria do Botafogo aproveitou a quarentena e a paralisação no futebol para tentar por a casa em ordem. O recesso foi utilizado pela diretoria para acertar a renovação de peças importantes do elenco, mas também para abrir espaço com a saída alguns jogadores que não vinham tendo espaço no time.

Um desses jogadores foi Vinicius Tanque. Emprestado desde o início do Carioca ao Cartagena, da Espanha, ele foi definitivamente negociado com o clube espanhol. O contrato com o Alvinegro ia até o fim do ano, mas a diretoria do clube carioca optou por encerrar o vínculo e manter 10% dos direitos econômicos do atleta pensando em lucrar em uma possível negociação futura.

Outro jogador que acabou deixando o clube foi Gustavo Bochecha. O jogador foi negociado com o Juventude. Ele chegou a se destacar com a camisa do Alvinegro em 2019, mas não conseguiu manter as boas atuações e perdeu espaço. Embora a qualidade técnica seja reconhecida, internamente o clube optou por abrir mão do jogador já que não conseguia recuperar seu futebol.

Inicialmente, o Juventude tentou fechar um empréstimo com o Botafogo. A proposta foi recusada. Após a negativa, o clube gaúcho fez uma nova oferta por 100% dos direitos econômicos do jogador. O Alvinegro fez uma nova proposta pedindo para manter 50% do passe do jogador pois entende que ele tem potencial e que pode render bons lucros no futuro. Após idas e vindas, as partes selaram o acordo.

Rickson foi outro jogador do Botafogo a viver a mesma situação de seus companheiros. Sem muitas oportunidades, ele foi emprestado ao América-MG. O planejamento da diretoria era negociá-lo em definitivo, mas o atleta não concordou com as propostas que lhe foram apresentadas.

Igor Cássio é outro jogador que está na Berlinda. Embora seja reconhecido como bom jogador e tenha feito gols importantes, o extra-campo do atleta gera grande preocupação na diretoria. Ele tem contrato com o Alvinegro até setembro e a diretoria já discute internamente a possibilidade de não renovar o vínculo. Outro que não está nos planos é Lucas Campos. Com contrato até dezembro, ele não seguirá no clube após o fim do contrato.

Foto: Vitor Silva

Mais lidas da semana