Mídias Sociais

Esporte

Botafogo anuncia demissão de funcionários por conta do coronavírus

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

Assim como fez o Flamengo na semana passada, o Botafogo anunciou nesta segunda-feira (4) a demissão de alguns funcionários. A decisão foi motivada pela crise do coronavírus, que gerou inúmeros prejuízos financeiros aos clubes. Membro do comitê executivo de futebol alvinegro, Carlos Augusto Montenegro veio a público comunicar que mais de 40 pessoas foram desligadas do clube.

"Foi feita uma solicitação a cada departamento para que avaliasse a possibilidade de demissões. O presidente Mufarrej está cuidando desta questão", explicou Montenegro. Ele disse ainda que os membros do comitê de futebol se reúnem semanalmente para avaliar as ações do clube.

Montenegro afirmou também que, a princípio, o salário dos jogadores não serão reduzidos. "A decisão pelo menos nesse mês de maio é de não reduzir. Se as coisas começarem a melhorar como imaginamos e os treinos voltarem no final de maio e início de junho, não haverá redução. Se a pandemia persistir, vamos sentar e conversar", esclareceu.

De acordo com um levantamento do Globoesporte.com, o número de funcionários do Botafogo já era considerado elevado até mesmo pelas gestões passadas, o que acabava por elevar a folha salarial do clube. As demissões então já eram consideradas necessárias. Um dos setores mais atingidos foi a administrativa do estádio. O Alvinegro avalia também uma revisão do orçamento com o intuito de equilibrar a parte financeira.

Foto: Vitor Silva

Mais lidas da semana