Mídias Sociais

Esporte

Barroca comenta empate do Botafogo com a Chapecoense

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

O Botafogo não passou de um empate por 0 a 0 diante da Chapecoense na noite da última segunda-feira (26) no Nilton Santos. O Alvinegro teve mais volume de jogo, mas não conseguiu furar o bloqueio adversário e acabou frustrando seus torcedores. O confronto foi válido pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Apesar do tropeço, o técnico Eduardo Barroca viu pontos positivos no futebol apresentado pelo Botafogo. O treinador destacou na coletiva as inúmeras chances criadas pela equipe ao longo dos 90 minutos, mas lamentou bastante a falta de pontaria e efetividade do time no setor ofensivo.

"A gente enfrentou equipe que jogou com duas linhas de quatro bem compactadas e que não abriu as costas em nenhum momento. Você precisa de soluções próximas ao gol ou geralmente quando está pressionado. O Botafogo, mesmo com dificuldade, criou várias chances. No primeiro tempo, um pouco menos, mas mesmo assim tivemos cabeçada do Diego Souza e um cruzamento do Luiz Fernando. Tivemos dificuldades no meio das duas linhas de quatro, faltou ordem para atacar a última linha com maior clareza", destacou o treinador.

Barroca apontou também o que, na sua visão, faltou ao time para sair de campo com os três pontos. "Faltou trocar passe mais rápido. Quando falo em trocar passe mais rápido, não é característica de correr em campo. Faltou trocar passe mais rápido. No primeiro tempo, a gente teve um pouquinho de dificuldade para circular a bola mais rapidamente. Quando a gente demorava, a Chapecoense fechava as duas linhas. Demorou a se ajustar, mas na segunda metade do primeiro tempo, a gente melhorou. E, no segundo tempo, melhorou ainda mais nessa questão", encerrou o comandante do Alvinegro.

Foto: Vitor Silva

Mais lidas da semana