Mídias Sociais

Esporte

Barroca chama a responsabilidade após mais uma derrota do Botafogo

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

O Botafogo ainda não se encontrou após a parada para a Copa América. O time vem encontrando bastante dificuldade para apresentar o seu melhor futebol e vem pagando caro com isso. Caindo na tabela do Brasileiro, o time vive má fase também na Copa Sul-Americana. Na noite da última quarta-feira (24), o Alvinegro perdeu em casa por 1 a 0 para o Atlético-MG, no jogo de ida das oitavas de final.

O resultado conquistado no Engenhão dá ao Galo a vantagem de poder jogar pelo empate no jogo de volta para avançar às quartas de final da Sul-Americana. O gol da vitória dos mineiros saiu dos pés de Vinícius ainda no primeiro tempo, aproveitando erro do zagueiro Marcelo Benevenuto na saída de bola.

Na coletiva de imprensa após a partida, o técnico Eduardo Barroca lamentou o resultado, mas acabou se mostrando um tanto quanto aliviado pelo revés em casa não ter sido por um placar mais elástico.

"No final, o resultado acabou não ficando tão ruim porque o confronto não se definiu hoje. Estávamos perdendo, com um a menos e em um momento emocional favorável ao adversário. Foi quando conseguimos nos fechar e não sofrer mais gols. Tivemos chance, chutamos de fora, bola de escanteio, mas não é hora de falar. Os resultados não são adequados. Temos que calar a boca e trabalhar", afirmou o treinador.

O treinador também assumiu a responsabilidade pela derrota. "Vamos pensar jogo a jogo. É importante virar a chave novamente. Amanhã já vamos pensar no Flamengo. A solução é trabalhar, observar os erros, entender o que podemos melhorar no pouco tempo de treino, fazer escolhas, cobrar. E trabalhar. Não é momento de falar. Temos que trabalhar e resolver internamente. Volto a frisar que o principal responsável sou eu como treinador. Não é uma situação cômoda", encerrou Barroca.

Foto: Vitor Silva

Mais lidas da semana