Mídias Sociais

Esporte

Barbieri repete discurso e balança de vez no comando do Flamengo

Sérgio Barcellos

Publicado

em

 

Após a derrota para o Internacional no Campeonato Brasileiro, o técnico Maurício Barbieri mais uma vez se viu bastante pressionado. Na coletiva de imprensa pós-jogo, o treinador voltou a repetir o discurso adotado nos últimos jogos, de que falta ao Flamengo ser mais eficiente. Com desfalques importantes, como Diego e Paquetá, o treinador não conseguiu fazer o time render e o resultado afastou o Rubro-Negro da briga pela liderança.

“Acho que criamos oportunidades, mas não fomos eficientes. Cometemos erros. Erros que temos que evitar. Foi determinante. Mas em função de todas as mudanças, jogamos de igual para igual. Mas não fomos eficientes, repito. Não é o que queríamos. Mas continuamos na briga, continuamos no Brasileirão”, afirmou o treinador.

O discurso conservador e repetitivo vem irritando a torcida, que nas redes sociais já começam a pedir a sua cabeça. Pesa contra o treinador a falta de convicção em suas escolhas, como o rodízio nos atacantes, sem definir de fato um titular. “Estamos buscando, rodando, enquanto não se firmam, vamos em função do adversário. É assim que a gente vai seguindo”, justificou o treinador a troca constante de atacantes.

Outro ponto que já começa a ser questionado é a insistências em jogadores que não estão correspondendo, casos de Arão e Marlos Moreno. A falta de repertório e alternativas também é debatida por críticas, que afirmam que o Flamengo se tornou um time previsível.

“É um momento difícil. Toda vez que você não consegue os resultados, acaba mexendo com a confiança. A gente vem conversando bastante. Tocando no ponto que temos conseguido produzir as oportunidades. É o caminho para fazer os gols e corrigir os erros defensivamente. São todos jogadores que sabem o tamanho da pressão que é jogar no Flamengo. É nesse caminho que a gente vai seguir, procurando reverter no sábado”, ponderou Barbieri.

A diretoria vem bancando o treinador, mas o fato é que internamente ele já não goza de tanto prestígio. Barbieri vive o seu momento mais difícil a frente do Flamengo e sua continuidade no clube pode estar por um fio. Em caso de novo tropeço, principalmente como a derrota diante do Ceará no Maracanã, a direção pode optar por outras alternativas.

Foto: Gilvan de Souza


 

Mais lidas do mês